Vilas Magazine
Lauro de Freitas
+26°C

Máx +29°

Mín +25°

Dom, 02.02.2014

Prefeitura corta pessoal e anula aumento do salário de Márcio Paiva

Redação Vilas Magazine - Em 01/10/2015

O salário de Márcio Paiva (PP), prefeito de Lauro de Freitas, deve retornar aos patamares do que ganhava a sua antecessora, Moema Gramacho (PT), passando dos atuais R$ 20 mil para R$ 14 mil depois de um prometido corte de 30%. O salário do prefeito havia sido aumentado no final de 2012, juntamente com os dos vereadores, do viceprefeito e dos secretários municipais – que tiveram na época o aumento mais expressivo, cerca de 86% de uma só vez.

Devido à generalizada queda nas receitas tributárias e repasses da União, a prefeitura viu-se obrigada a cortar despesas de pessoal. Devem ser eliminados entre 20% e 30% dos cargos comissionados – de indicação política, preenchidos pelos não concursados. Não foi divulgada informação sobre o total de cargos comissionados existentes atualmente, nem sobre o custo deles ou a economia que se pretende fazer com os cortes.

“Para tomar as atitudes necessárias preciso começar por mim”, disse Márcio Paiva em comunicado distribuído à imprensa. “Passamos por um momento difícil na economia do Brasil e temos que tomar atitudes rápidas para garantir os serviços básicos sem perder a capacidade investimento que é necessário para qualquer município”.

Para manter investimentos em infraestrutura, o prefeito conta a lei das contrapartidas sociais – que obriga empreendedores a construir bens públicos – com operações de crédito e com a receita da alienação de patrimônio público, que não deve chegar nem à metade dos R$ 80 milhões previstos na Lei 1.575/15 (leia no Editorial). As contrapartidas também não serão das mais expressivas pelo menos até 2017, já que os níveis de investimento estão em queda acentuada no país inteiro. 

Publicidade
Vilas Magazine© 2013. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por: Webd2 - Desenvolvimento Web