Vilas Magazine
Lauro de Freitas
+26°C

Máx +29°

Mín +25°

Dom, 02.02.2014

Santo Amaro de Ipitanga completa 408 anos sem debater identidade

Redação - Em 30/01/2016

Lauro de Freitas comemorou no dia 15 de janeiro mais um Dia de Santo Amaro de Ipitanga, data que se confunde com a origem da comunidade, há 408 anos, rebatizada Lauro de Freitas em 1962.
 
Longe das questões de identidade levantadas até 2012, esta foi mais uma comemoração sem consequências para o resgate histórico da cidade. No próprio dia 15 a programação foi iniciada com uma queima de fogos. A tradicional missa solene, na Igreja Matriz de Santo Amaro de Ipitanga, reuniu as lideranças políticas da cidade, também como de costume, incluindo o vice-governador da Bahia João Leão (PP) e os deputados federais Moema Gramacho (PT) e Cáca Leão (PP).
 
O prefeito Márcio Paiva (PP) associou o asfaltamento de ruas a graças conquistadas. “O Dia de nosso Padroeiro é também para fazermos reflexões sobre o quanto já fizemos e que ainda iremos fazer por Lauro de Freitas. Asfaltamos mais de 80 ruas, equipamentos de saúde construídos e implantamos um novo conceito da entrada da cidade, esses são alguns exemplos”, disse.
 
O padre e a cantora: no ano passado a “tietagem” foi com o grupo Roupa Nova
 
 
À noite, sob patrocínio do Erário público, um espetáculo festivo apresentou a cantora Elba Ramalho, contratada por R$ 140 mil para animar a multidão, de acordo com o Diário Oficial do Município. Segundo a prefeitura, a escolha do nome foi “do Padre Juraci Gomes e do segmento católico”.  O espetáculo da banda Roupa Nova, no ano passado, de acordo com a prefeitura também teria sido uma escolha do pároco, submetida à apreciação do Conselho de Cultura e “subsidiada pelo Fundo de Cultura do Município”.
Publicidade
Vilas Magazine© 2013. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por: Webd2 - Desenvolvimento Web