Vilas Magazine
Lauro de Freitas
+26°C

Máx +29°

Mín +25°

Dom, 02.02.2014

Juliano Moreira / Folhapress

Julia Couto / Folhapress - Em 13/07/2016

Maquiagem vencida pode gerar reações alérgicas na pele; para evitá-las, conserve o produto e fique atento a questões de higiene
 
Bruna Munhoz, 25 anos, é responsável pelo blog “Vaidosa e Feminina” (www.vaidosaefeminina.com) e, por conta disso, recebe sempre novidades do mundo da maquiagem. “Abro e testo todos os produtos, mas alguns não são para o meu tom ou tipo de pele. Então, como não uso sempre, acabam vencendo”, diz ela.
 
Quando isso ocorre, Bruna não pensa duas vezes e joga o produto fora. “É uma pena perder a maquiagem, mas prefiro não arriscar, pois tenho medo da reação da pele.” 
 
A blogueira Bruna Munhoz fica ligada na data de validade das suas maquiagens
 
Ter essa preocupação é importante, afirma Joana Tebar Figueira, dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia. “Os cosméticos vencidos podem causar irritações, reações alérgicas e até processos inflamatórios na pele.”
 
Em caso de reações como vermelhidão, aspecto áspero ou coceira após a utilização de um determinado produto, é indicado retirar a maquiagem na hora e suspender seu uso.
 
O dermatologista Gilvan Alves explica que esses cosméticos possuem substâncias conservantes que impedem a colonização e proliferação de fungos e bactérias. “Quando a maquiagem vence, essas substâncias deixam de agir e permitem que o produto se torne um meio de cultura para esses microrganismos.”
 
É importante ficar atento também à conservação correta dos produtos. Um dos pontos é nunca deixar a maquiagem no banheiro, por se tratar de um local com umidade. “Carregar uma nécessaire cheia para todos os lugares ou deixá-la no carro também não é indicado, pois isso fará com que os produtos sofram grande variação de temperatura. Leve na bolsa somente o essencial”, ensina a dermatologista Livia Pino.
 
Carla Albuquerque, dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da Academia Americana de Dermatologia, diz que verificar sempre os produtos é primordial. “Alterações de cor, de cheiro e de consistência devem acender o sinal de alerta. Se perceber alguma dessas mudanças, não utilize-o mais.”
 
Maquiagens que entram em contato direto com os olhos exigem atenção redobrada. A borda dos olhos e os cílios possuem bactérias que, em baixa quantidade, não são capazes de provocar reações. “Mas, quando a mulher passa rímel nos cílios e devolve o pincel no potinho, ela está ‘guardando’ esses microrganismos e permitindo que eles acumulem. Então, acabam se tornando suficientes para gerar uma infecção”, explica a oftalmologista Juliana Freitas. Para diminuir esse risco, segundo a especialista, é importante limpar o pincel do rímel após a utilização.
Publicidade
Vilas Magazine© 2013. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por: Webd2 - Desenvolvimento Web