Vilas Magazine
Lauro de Freitas
+26°C

Máx +29°

Mín +25°

Dom, 02.02.2014

Festival Ipitanga de Teatro 2016 inclui oficinas e mostra de teatro de grupos locais

Redação - Em 31/07/2016

O tradicional Festival Ipitanga de Teatro (FIT Bahia) realiza a 9ª edição agora em agosto, com espetáculos programados para o Cine Teatro de Lauro de Freitas e para a Praça da Matriz, Centro da cidade. Este ano o FIT Bahia recebe representações de todas as regiões do país, com espetáculos dos estados da Bahia, Paraíba, Ceará, Rio Grande do Norte, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Goiás, Distrito Federal, Santa Catarina, Paraná e Tocantins, entre os dias cinco e 13.
 
A principal novidade deste ano é a realização da Mostra Ipitanguense de Teatro (MIT), destacando grupos locais. O objetivo é valorizar e fomentar a cena teatral da cidade, estimulando a criação de novas trupes teatrais. A mostra acontece dias 5 e 6, no Cine Teatro, com entrada franca.
 
Curral Grande: Marcos Barbosa e Eduardo Machado trazem a história dos campos de concentração no Ceará
 
Quem deseja desenvolver a vocação para as artes cênicas ou adquirir novas experiências, o FIT Bahia volta a oferecer oficinas e workshops de teatro à comunidade, tanto para iniciantes como para os que já têm experiência na área. A missão da produção é integrar os artistas participantes e aquecer a cena teatral em Lauro de Freitas.
 
Com uma programação recheada de gêneros teatrais, do drama à comédia, chamam a atenção nesta edição do FIT Bahia os espetáculos que referendam temas sociais da atualidade, rompendo preconceitos e abrindo discussões.
 
Provavelmente o espetáculo mais importante desta edição do FIT Bahia, ganha o palco no dia 8, às 20h30 a produção Curral Grande, do Coletivo Ponto Zero, do Rio de Janeiro. O texto é de Marcos Barbosa e a direção de Eduardo Machado. Quatro atores – Lucas Lacerda, Brunna Scavuzzi, Brisa Rodrigues e Carlos Darzé – revezam-se em cena para mostrar quarenta personagens e contar uma das histórias menos contadas do Brasil: a dos campos de concentração no Ceará, durante a seca dos anos 30.
 
Outro espetáculo que promete, pela qualidade do retrospecto da trupe que o traz a Lauro de Freitas, é Gato Preto, da Cia. Teatral Oops!.., de Goiânia (GO). Com direção do já premiado João Bosco Amaral e texto de Edgar Allan Poe, a peça põe Sol Silveira no palco como Annabela, uma mulher de natureza extremamente sensível e delicada, esposa exemplar e especialmente afeiçoada aos animais que se torna irritável, sombria e apática frente a um repentino horror desencadeado por sucessivos acontecimentos que a fazem crer que o seu gato, chamado Plutão, possui algo de sobrenatural.
 
O FIT Bahia mais uma vez terá apresentações gratuitas para alunos da rede pública de ensino. A escola deve procurar a produção do evento com antecedência para garantir a participação.
 
Com o intuito de fortalecer a formação de plateia na cidade, os ingressos estão sendo vendidos a preço populares – R$ 10, com meia entrada disponível para todo o público, quando adquirido o ingresso com antecedência na bilheteria do Cine Teatro de Lauro de Freitas.
 
O festival tem o apoio do Fundo Municipal de Cultura de Lauro de Freitas, com produção de Duzinho Nery.
 
MOSTRA IPITANGUENSE DE TEATRO
PROGRAMAÇÃO
5 e 6 de agosto (Mostra Local)
 
Dia 5/8 (sexta-feira), 15h. Cine Teatro de Lauro de Freitas.
A MENINA QUE ROUBAVA LIXO. Polo de Atores de Lauro de Freitas. Texto: Tobé Veloso. Direção: Renato Lima e Tobé Veloso. Drama. Duração: 60m. Classificação: Livre. Sinopse: A peça retrata a história de Luna, uma boneca encontrada no lixo que é reciclada por um catador de rua e ganha vida. A boneca decide que a cidade precisa ficar limpa e logo é acusada de roubar todo o lixo existente pelos vilões Espalha Lixo e Xabrú.
 
Dia 5/8 (sexta-feira), 17h. Cine Teatro de Lauro de Freitas
GAZETA DO PALHAÇO. Grupo Revolução Teatral. Lauro de Freitas. Texto e direção: Rubenval Meneses. Farsa. Duração: 45m. Classificação: Livre. Sinopse: Em meio a uma crise criativa para a montagem de um novo espetáculo, a trupe da alegria, em seus bastidores, interagem com um velho jornal deixado por alguém da plateia, iniciando assim, uma divertida e desafiadora aventura.
 
Dia 5/8 (sexta-feira), 20h. Cine Teatro de Lauro de Freitas
O BEBADO E O DEFUNTO. Chico de Assis Cia de Comédia. Lauro de Freitas. Texto e direção: Chico de Assis. Comédia. Duração: 40m. Classificação: 10 anos. Sinopse: Para escapar do exército um fugitivo resolve se fingir de defunto, mas um falso bêbado muito esperto chega até o velório e consegue descobrir toda a farsa. Mas ficou para o “fugitivo” a melhor parte, pois o prazo que ele poderia ser preso já tinha passado, então este falso defunto fica livre.
 
DIA 6/8 (sábado), 15h. Cine Teatro de Lauro de Freitas
LOUCURAS. Cia Por da Cena. Lauro de Freitas. Texto: Grupo. Direção: Eliana Souza. Drama. Duração: 45m. Classificação: 12 anos. Sinopse: É um momento de reflexão e sensibilização sobre um tema tão delicado, a questão das pessoas com transtornos psicológicos. O espetáculo passeia por diversas histórias de personagens que vivem suas angustias, seus sonhos, seus tabus, suas dores, seus amores e suas fantasias perpassando pelas suas alucinações.
 
DIA 6/8 (sábado), 17h. Praça da Matriz. Centro.
A MENINA DAS PEDRAS. Novos Ereoatás. Lauro de Freitas. Texto: Conto Popular adaptado por Rubenval Meneses. Direção: Rubenval Meneses. Drama Cômico. Duração: 45m. Classificação: Livre. Sinopse: Narra a história de uma família pobre de um lenhador e sua única filha adolescente. Eles são oprimidos pelo Senhorio que mais tarde se encanta com a bela moça e pressiona a seu pai a aceitar o casamento, não conformado com a negativa, o Senhorio apela para o jogo de azar, promovendo uma trapaça para alcançar seu objetivo.
 
DIA 6/8 (sábado), 20h. Cine Teatro de Lauro de Freitas
EDU E CAÇÃO, A LENDA DOS CABEÇAS QUADRADAS. Polo de Atores de Lauro de Freitas. Texto e Direção: Tobé Veloso. Melodrama. Duração: 55m. Classificação: Livre. Sinopse: A peça narra o cotidiano dos alunos da Escola do Centrão, onde a diretora Dôdôi e suas aliadas, a coroa da merenda, Rosa e a “Fessora – Estagiária”, tentam de todas as formas conter a depredação do patrimônio físico na escola, além de lutar contra o péssimo rendimento dos alunos na sala de aula.
 
DIA 6/8 (sábado), 21h30. Cine Teatro de Lauro de Freitas Solenidade de premiação. 7 a 14 de agosto (Mostra Nacional)
 
Dia 7/8 (domingo), 19h. Abertura. Cine Teatro de Lauro de Freitas
 
Dia 7/8 (domingo), 20h. Cine Teatro de Lauro de Freitas
GAIOLA, O CAÇADOR DE SOLIDÃO. Cia. Távola de Teatro de Lauro de Freitas. Texto e Direção: Duzinho Nery. Elenco: Léo Santis. Drama adulto. Duração: 50m. Classificação: 16 anos. Sinopse: O espetáculo narra à vida de um homem comum que resolve por opção, depois de todas as decepções, se isolar e viver por si só criando ambientes onde possa encontrar apenas o que deseja, refugiando-se deste mundo onde a intolerância, a falta de dignidade e de respeito ao próximo deixou de ser prioridade.
 
Dia 8/8 (segunda-feira), 15h. Cine Teatro de Lauro de Freitas.
BERLIM: DOIS CORPOS À PROCURA. Karma Cia. de Teatro (Itajaí-SC). Texto: Mauro Filho. Direção: Pietra Garcia. Elenco: Leandro Cardoso, Mauro Filho. Drama adulto. Duração: 50m. Classificação: 16 anos. Sinopse: Com o objetivo de discutir temas como a homofobia, a intolerância e o desejo de liberdade, juntando teatro com dança contemporânea, o espetáculo traz os dois protagonistas em busca da felicidade, sufocada pela opressão e violência da sociedade, à procura da aceitação por quem são e amarem sem medo, em direção a Berlim.
 
Dia 8/8 (segunda-feira), 20h30. Cine Teatro de Lauro de Freitas.
CURRAL GRANDE. Coletivo Ponto Zero (Rio de Janeiro-RJ). Texto: Marcos Barbosa. Direção: Eduardo Machado. Elenco: Lucas Lacerda, Brunna Scavuzzi, Brisa Rodrigues, Carlos Darzé. Contemporâneo adulto. Duração: 70m. Classificação: Livre. Sinopse: Quatro atores revezam-se entre quarenta personagens diferentes para contar a história sobre os campos de concentração no Ceará,durante a seca dos anos 30.
 
Dia 9/8, (terça-feira), 15h. Cine Teatro de Lauro de Freitas.
INVENTÁRIOS EM: O DESPERTAR... Coletivo Inventários (Salvador-BA). Texto: Criação Coletiva. Direção: Kadu Fragoso. Elenco: Beto Cerqueira, Sara Andrade, Heme Costa, Nicole Raposo, Vinicius Galdino, Telson Fernandes, Wesley Guimarães, Rafael Arjones, Tragicomédia, infantil. Duração: 70m. Classificação: Livre. Sinopse: Desenvolve uma encenação tendo, como ponto de partida, o treinamento físico do ator/atriz, para amparar a construção de um ator-atriz-boneco (a). Entendemos o (a) ator- atriz-boneco (a) como o (a) intérprete que utiliza uma proposta de manipulação em seu próprio corpo.
 
Dia 9/8, (terça-feira), 17h30. Praça da Matriz. Centro.
TOME SUA POLTRONA. Cia. Circo Rebote (Brasília-DF) Texto: O grupo. Direção: Atawalpa Coello. Elenco: Erika Mesquita, Atawalpa Coello. Comédia. Duração: 40m. Classificação: Livre. Sinopse: Comédia circense inspirada nos teatros populares do passado, onde os artistas se apropriam da vivacidade do cômico, das acrobaciase canções populares. Atawalpa e Berinjela são dois personagens excêntricos que realizam a cada dia o grande show de suas vidas. Mas há um encantamento entre os dois que transpõe as barreiras do palco e do público, resultando em uma série de tentativas de conquistas e situações inesperadas junto a plateia.
 
Dia 9/8, (terça-feira), 20h30. Cine Teatro de Lauro de Freitas
MAÇÃ – UM ACONTECIMENTO CÊNICO. Coato (Salvador-BA) Texto: Grupo com colaboração de Rafael Medrado. Direção: Marcus Lobo. Elenco: Viviane dos Santos, Jamile Cazumbá, Maurício Pedreira, Roberta Nascimento, Natielly Santos, Danilo Lima, Simone Portugal, Bernardo Oliveira, Marcus Lobo, Adriano Souza. Adulto. Teatro Performático. Duração: 60m. Classificação: 16 anos. Sinopse: Esta obra dialoga com o espectador provocando-os uma autorreflexão acerca do ser mulher, ser coletivo, ser o mito. Uma arte marcada pela justaposição de diferentes elementos cênicos, música, cinema, dança, fotografia, espaço/corpos em trânsito, produzindo dessa união uma forma narrativa/cênica sem nome/ significado/didatismo, a performance está presente, mas ela não é o todo, os corpos semânticos se performam na cena permitindo a multiplicidade apaixonada dos elementos cênicos utilizados de forma imbricada, já não se sabe onde começa uma e onde termina a outra, mas estão todas apaixonadamente emaranhados. Já não se sabe se é verdade o que é dito aqui, o que é a verdade?
 
Dia 10/8, (quarta-feira), 17h30. Praça da Matriz. Centro.
AS ESPERTEZAS DE ARLEQUIM. Arte da Comédia (Curitiba-PR). Texto e Direção: Roberto Innocente. Elenco: Marcelo Leonel Felczak,Wenry Marteliano Bueno, Joseane Berenda da Silva. Comédia. Duração: 45m. Classificação: Livre. Sinopse: O velho Pantaleão quer casar com Ricciolina. Arlequim, seu criado, também está apaixonado por ela, Ricciolina não quer nenhum dos dois; um é velho, o outro é criado, prefere um jovem bonito e rico da cidade, mas não aparece ninguém. Arlequim prepara uma armadilha para tirar Pantaleão do seu caminho e poder conquistar Ricciolina. Entre muitas peripécias, confusões e acrobacias, Arlequim demonstra sua esperteza dando uma lição no velho pantaleão conquistando o coração de Ricciolina num final surpreendente.
 
Dia 10/8, (quarta-feira), 20h30. Cine Teatro de Lauro de Freitas.
PALHAÇOS. Preqaria Cia. de Teatro (Belo Horizonte-MG). Texto: Timochenco Wehbi. Direção: Ricardo Martins. Elenco: João Valadares, Leonardo Horta. Tragicomédia adulto. Duração: 55m. Classificação: Livre. Sinopse: Conta a estória do palhaço Careta que tem sua rotina alterada quando, de volta a seu camarim onde irá se preparar para a próxima sessão do velho circo mambembe, se depara com um espectador/fã que, de maneira desavisada, adentra o espaço do artista. A partir daí pode-se conhecer melhor o visitante – um vendedor de sapatos, metódico e cheio de problemas pessoais, cujo nome é Benvindo. O que deveria ser a preparação para mais um número, transforma-se em um jogo tragicômico e surpreendente, no qual o palhaço traz à tona os sonhos mais puros e os desejos mais pérfidos de seu fã.
 
Dia 11/8, (quinta-feira), 15h. Cine Teatro de Lauro de Freitas.
ANÁGUAS. Cia. Oxente de Atividades Culturais (João Pessoa-PB). Texto: Lourdes Nunes Ramalho. Direção: José Maciel. Elenco: Margarida Santos, Mônica Macedo, Palmira Palhano. Drama adulto. Duração: 50m. Classificação: 14 anos. Sinopse: Retrata a história de três mulheres que lutam cada uma a sua maneira para se manterem fieis aos seus princípios. Com isso, são capazes de passar por cima dos seus próprios egos liberando o que há de mais cruel no ser humano: Conflitos, desarmonia, egoísmo, injustiças, condenação que permeiam o espetáculo do início ao fim. Essas três mulheres mostram suas fraquezas e se apoiam no próprio seio familiar.
 
Dia 11/8, (quinta-feira), 17h30. Praça da Matriz. Centro.
BOCA PROSA. Grupo Boca Prosa (Lauro de Freitas). Improvisação teatral livre musicada. Elenco: Luciano Pinto e Gilberto Jr. Comédia. Duração: 50m. Classificação Livre. Sinopse: Conta a história de dois idosos, Velho de Jucélia e Seu Carlito, que conta suas divertidas experiências de vida. Diversão e muito música garantida.
 
Dia 11/8, (quinta-feira), 20h30. Cine Teatro de Lauro de Freitas.
GATO PRETO. Cia. Teatral Oops!..(Goiânia-GO). Texto: Edgar Allan Poe. Direção: João Bosco Amaral. Elenco: Sol Silveira. Drama adulto. Duração: 45m. Classificação: 12 anos. Sinopse: Annabela é uma mulher de natureza extremamente sensível e delicada, esposa exemplar e especialmente afeiçoada aos animais. Contudo, torna-se uma pessoa irritável, sombria e apática, sem muita simpatia por animais ou pelo próprio marido, frente a um repentino horror desencadeado por sucessivos acontecimentos que a fazem crer que o seu gato, chamado Plutão, possui algo de sobrenatural, uma certa maldição do Gato Preto.
 
Dia 12/8, (sexta-feira), 10h. Cine Teatro de Lauro de Freitas.
MEMÓRIAS DE UM QUINTAL. Insensata Cia. Teatral (Belo Horizonte-MG). Texto e Direção: Brenda Campos, Claudio Marcio, Dário Marques, Keu Freire. Elenco: Dário Marques, Brenda Campos, Keu Freire, Claudio Marcio. Contemporâneo infntil. Duração: 50m. Classificação: Livre. Sinopse: Em meio a músicas e brincadeiras populares, a peça traz à cena o duelo entre uma criança e um pardal. Manguinha, sonhava em acertar o pássaro com o seu bodoque, mas sua péssima pontaria fazia dele motivo de chacota. Determinado, depois de muito treinar, finalmente consegue acertar um pardal! Mas o que sentiu nesse momento não foi exatamente a alegria que sempre esperou.
 
Dia 12/8, (sexta-feira), 17h. Praça da Matriz. Centro.
O AUTO DO REI LEAL. Coletivo Rei Leal / Associação Grupo de Teatro Cutubas (Fortaleza-CE). Texto: José Mapurunga Direção: Alcântara Costa. Elenco: Alcantara Costa, Gustavo Lopes, Claudio Magalhaes, Silvio Gurgel, Marcello Holanda, Ericsson Claudio, Afonso Teixeira, Tirolês. Tragicomédia. Duração: 50m. Classificação: 12 anos. Sinopse: Cansado de suas obrigações, o cego Rei Leal decide dividir seu reino com as três filhas. Sua generosidade seria medida pelo afeto demonstrado por cada uma. Cinicamente as duas mais velhas, Goneril e Zuleide derretem-se em elogios e são retribuídas com várias propriedades espalhadas pelo Ceará e pelo mundo. Cordélia, sua filha predileta e que ama verdadeiramente o pai, recusa-se a imitar a hipocrisia das irmãs e critica a forma com que seu pai divide seu legado, e por este ato é deserdada. Sem propriedades a mendigar, Leal segue um caminho errante. A partir daí, desenrolam-se situações cômicas e trágicas, com ingredientes regionais.
 
Dia 12/8, (sexta-feira), 18h. Cine Teatro de Lauro de Freitas.
MAURICE. Cia. Sala 3 (Goiânia-GO). Texto: Andreane Lima. Direção: Altair de Sousa. Elenco: Andreane Lima, Esley Zambel, Victor Melo, Gabriela Lima, Isabela Naves. Drama adulto. Duração: 70m. Classificação: 16 anos. Sinopse: Maurice Hall, personagem-título e alter ego de Forster, um jovem da alta burguesia rural inglesa que perde o pai ainda na infância e é criado sem uma referência masculina forte. Quando ele então atinge a idade adulta, vai estudar em Cambridge, onde na tradicional cidade universitária, conhece Clive Durham, aristocrata por quem se apaixona e com que vive uma história de amor clandestina e platônica, embora partilhada.
 
Dia 12/8, (sexta-feira), 20h30. Cine Teatro de Lauro de Freitas.
P´S. Trapiá Cia Teatral e Associação União do Sobrado (Caicó-RN). Texto: Gregory Haertel. Direção: Lourival Andrade. Elenco: Alexandre Muniz. Drama adulto. Duração: 60m. Classificação: 12 anos. Sinopse: “P’s” traz para uma vila do sertão nordestino a história de P, jovem que assassina brutalmente alguns familiares seus. Focando nas intensas contradições do personagem e passando por momentos que vão desde a sua infância até o seu suicídio, “P’s” procura trazer à tona o homem além do seu ato, não com o intuito de explicá-lo e, consequentemente, diminuí-lo, mas com a vontade única de nos aproximar dele e, com isto, talvez também nos aproximar de nós mesmos. P’s coloca em discussão a memória, a psiquiatria, a justiça e o amor desmedido.
 
Dia 13/8, (sábado), 15h. Cine Teatro de Lauro de Freitas.
CORA CORALINHA. Cia de Teatro Sala 3 |Goiânia – GO Texto: Aline Isabel Ferreira. Direção: Altair de Sousa. Elenco: Cris Roriz, Sajames Paiva, Igor Leoni, Mysllene Paixão, Thalles Ranielle, Raquel Rosa. Comédia infantil. Duração: 50m. Classificação: Livre. Sinopse: É de forma lúdica e bem-humorada que o texto retrata o encontro de uma trupe de teatro já cansada e desiludida com a vida artística e Aninha a jovem menina que representa Cora Coralina. Aninha vem ao encontro da trupe para reacender a chama e a magia da arte nos corações tristes dos artistas de rua.
 
Dia 13/8, (sábado), 17h. Praça da Matriz. Centro.
CORDEL DA MORTE MORRIDA (E, AS VEZES, MATADA). Grupo Teatral As Lucianas (Rio de Janeiro-RJ) Texto e Direção: Luciana Ezarani. Elenco: Graziel Oliveira, Luciana Ezarani, Angel Beatriz, Raphaela Morret, Cintia Travassos. Comédia. Duração: 50m. Classificação: Livre. Sinopse: É uma comédia que brinca com o medo. Em uma cidade bem distante acontece uma tragédia. Quem matou James Garcia? 4 suspeitas surgem para contar suas versões da história. Os grandes vilões, filmes, histórias e lendas são relembrados nessa aventura assustadoramente hilária. O público, então, é convidado a desvendar esse mistério recheado de graça, música e diversão.
 
Dia 13/8, (sábado), 18h. Cine Teatro de Lauro de Freitas.
E SE A GENTE SE CONHECESSE OUTRA VEZ? Grupo Artpalco (Araguaína-TO). Texto e Direção: Luiz Navarro. Elenco: George Henrique, Tatiane Breve. Drama adulto. Duração: 42m. Classificação: 12 anos. Sinopse: Conta a história do casal de amigos Ana e Lauro, que diante da proximidade da morte resolvem partir numa aventura poética para descobrir o que teria acontecido de diferente em suas vidas, caso no passado outros caminhos tivessem sido trilhados. Será que toda nossa vida vem traçada e colocada na conta do destino? Ou a gente tem a capacidade de moldá-lo mesmo nas situações limítrofes da vida? Amor, vida, amizade, morte e tempo são ingredientes desse espetáculo.
 
Dia 13/8, (sábado), 20h30. Cine Teatro de Lauro de Freitas.
O CANDELABRO. Cia. Távola de Teatro (Lauro de Freitas). Texto e Direção: Duzinho Nery. Elenco: Ruth Marinho. Drama adulto. Duração: 45m. Classificação: 16 anos. Sinopse: O espetáculo provoca uma reflexão sobre a crueldade dos atos de violência, que vitimam milhares de mulheres e revela a dimensão de aspectos que circundam as vidas de quem está diante desta situação. A peça se divide em lapsos de memória que marcam a vida de Maria Aurora, abordando os seus conflitos e o seu sofrimento mostrando como em uma atitude transgressora ela consegue ser a sua própria luz. Isso de maneira forte, tocante, poética e sublime.
 
OFICINAS E ENCONTROS
8/8, (segunda-feira), 9h às 11h30. Cine Teatro de Lauro de Freitas. Oficina: A dança contemporânea como linguagem teatral – processo criativo do espetáculo “Berlim: dois corpos à procura”. Público: A partir de 16 anos para atores, bailarinos e público em geral. Ministrante: Karma Cia de Teatro (Itajaí-SC).
 
9/8, (terça-feira), 9h às 11h30. Cine Teatro de Lauro de Freitas. Oficina: O ator interventor da Cena Social. Público: A partir de 15 anos para atores e público em geral. Ministrante: Ruth Marinho. Cia. Távola de Teatro (Lauro de Freitas).
 
10/8, (quarta-feira), 14h às 16h30. Clube Ipitanga (Centro). Oficina: Comédia Dell´arte italiana. Público: Atores a partir dos 15 anos. Ministrante: Roberto Innocente e Grupo Arte da Comédia (Curitiba-PR).
 
11/8, (quinta-feira), 9h às 11h30. Cine Teatro de Lauro de Freitas. Oficina: Jogos Teatrais. Público: Para crianças e adolescentes de 7 a 12 anos. Ministrante: João Bosco Amaral e Sol Silveira, Cia. Teatral Oops!.. (Goiânia-GO).
 
12/8, (sexta-feira), 9h às 11h30. Clube Ipitanga (Centro). Oficina: O laboratório “O Teatro e a Rua” busca pesquisar o espaço urbano como palco para a realização de espetáculos. Público: Atores a partir dos 16 anos. Ministrante: Grupo Teatral AsLucianas (Rio de Janeiro-RJ).
 
13/8, (sábado), 9h às 11h30. Câmara de Vereadores de Lauro de Freitas (Centro). Roda de Conversa: Intrcâmbio Nacional de Teatro Independente. O encontro tem como objetivo criar uma rede de relacionamento e produção compartilhada capaz de efetivar a circulação de espetáculos entre os grupos de várias partes do país que integram a programação do FIT BAHIA 2016 e quaisquer grupos interessados do estado da Bahia. Preqaria Cia de Teatro (Belo Horizonte-MG).

 

Publicidade
Vilas Magazine© 2013. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por: Webd2 - Desenvolvimento Web