Vilas Magazine
Lauro de Freitas
+26°C

Máx +29°

Mín +25°

Dom, 02.02.2014

Coelba amplia em 33% capacidade de atendimento a Lauro de Freitas

Redação Vilas Magazine - Em 05/09/2016

A Coelba inaugurou em agosto uma nova subestação de energia, em Itinga, com 25MVA (megavolt ampére), com o objetivo de oferecer dupla alimentação exclusiva ao aeroporto internacional e à Base Aérea da Aeronáutica, além de proporcionar maior qualidade de energia à região de Lauro de Freitas.
 
Fruto de um investimento da ordem de R$ 20 milhões, a nova subestação e obras associadas beneficiam diretamente aos bairros de Itinga e Vilas do Atlântico, além de São Cristóvão e Mussurunga, em Salvador. A potência instalada ampliou em 33% a capacidade de atendimento a Lauro de Freitas. O equipamento integra o sistema elétrico composto pelas subestações Lauro de Freitas, São Cristóvão e CIA 3.
 
Para abastecer a subestação, foi construída, também, a Linha de Distribuição em Alta Tensão Entroncamento CIA 3/Lauro de Freitas - Itinga, em 69.000 Volts, com 2,2 km. Tendo em vista a localização estratégica para o desenvolvimento da Região Metropolitana de Salvador, a subestação conta com cinco circuitos alimentadores conectados por 25 chaves telecomandadas, o que se traduz em maior flexibilidade de manobra e maior rapidez no retorno da energia, em caso de defeito.
 
Além disso, a subestação foi projetada para uma ampliação futura, podendo receber mais cinco circuitos alimentadores e mais um transformador, ou seja, ter a sua capacidade duplicada. Construída com tecnologia de ponta, a subestação Itinga tem formato compacto, ocupando 50% menos espaço em relação a equipamentos semelhantes, e é totalmente digitalizada, o que permite que a sua operação seja realizada remotamente, direto do Centro de Operações da Coelba, localizado no edifício-sede da empresa, em Narandiba, Salvador. Os equipamentos de última geração utilizados identificam problemas na rede e fazem intervenções online, enviam informações via radiofrequência, além de oferecer alta precisão na captura de sinais por relés digitais.
 
Grafite
A subestação Itinga foi entregue à comunidade com um diferencial: o grafite assinado pelos artistas Nuno Art Core e Daniel Hirs. O objetivo da ação é, através da arte, das cores, chamar a atenção das pessoas que moram ou transitam pelo local para as questões de segurança em relação à rede elétrica e à subestação, um local destinado ao rebaixamento da voltagem da energia elétrica para que ela possa chegar com segurança e qualidade às unidades consumidoras – lares, comércios, indústrias, etc. No grafite, estão destacados alertas relacionados a temas como poda de árvores, brincadeiras com pipas, gato de energia e a proibição de acesso às subestações. 
 
 
O investimento faz parte de um planejamento que vem doperíodo da Copa do Mundo, quando a Coelba investiu cerca de R$ 44,4 milhões na construção da subestação Fonte Nova, duas linhas de alta tensão e alimentadores para aquela instalação. Agora, especificamente para os Jogos Olímpicos, a empresa investiu outros R$ 30,3 milhões na construção da subestação Itinga e de uma terceira linha subterrânea para a Arena.
 
A subestação da Fonte Nova, com 50 MVA de potência instalada, está abrigada dentro do estádio e traz uma inovação importante: é a primeira no mundo a contar com dois transformadores de força (de 25 MVA de potência cada), isolados a seco, que operam sem o uso de óleo mineral isolante, favorecendo o meio ambiente e evitando o risco de incêndio. Esta subestação possui 10 circuitos alimentadores, sendo um deles exclusivo para atendimento ao estádio. Para aumentar a confiabilidade no fornecimento, o estádio conta também com uma segunda opção de atendimento proveniente da subestação Federação.
 
Assim como a subestação de Itinga não atende apenas o aeroporto e a Base Aérea, beneficiando também Lauro de Freitas, a subestação da Fonte Nova atende ainda os bairros vizinhos. A Arena Fonte Nova, de acordo com a Coelba, tem uma demanda de apenas 3 MVA de potência. A energia excedente (47 MVA) é utilizada para oferecer maior qualidade no suprimento de energia para a população da Nazaré, Tororó, Vasco da Gama e parte de Brotas. A oferta de energia implantada com a subestação da Fonte Nova pode ser comparada à demanda da cidade de Juazeiro, que possui cerca de 155 mil habitantes.
 
A Coelba realizou ainda outras ações de manutenção preventiva visando garantir a qualidade do fornecimento de energia: substituição de isoladores, eliminação dos pontos quentes, poda de vegetação, retirada de pipas, substituição de ferragens, verificação de relés de proteção e verificação de telecomando dos equipamentos.
Publicidade
Você Viu? Nov/2017
Tribuna do Leitor Consulta
Tribuna do Leitor Correção
Tribuna do Leitor Sugestão
Tribuna do Leitor Agradecimentos
Tribuna do Leitor A burocracia dos absurdos
Veja todas as notícias de Nov/2017
Vilas Magazine© 2013. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por: Webd2 - Desenvolvimento Web