Vilas Magazine
Lauro de Freitas
+26°C

Máx +29°

Mín +25°

Dom, 02.02.2014

Instituto CCR lança edital para projetos culturais

Redação - Em 07/03/2017

O Instituto CCR, organização sem fins lucrativos ligada ao grupo CCR – que explora o metrô de Salvador e Lauro de Freitas – abriu inscrições para um novo processo seletivo para patrocínio de projetos na área cultural.
 
Apenas produtores culturais com CNPJ cadastrado em Lauro de Freitas poderão representar a Bahia no edital devendo inscrever seus projetos até 14 de março. Os escolhidos serão patrocinados com o montante de até R$ 200 mil cada um, não sendo obrigatório que o patrocínio chegue a esse limite. O valor total do patrocínio oferecido é de R$ 2 milhões.
 
Na primeira edição do edital, em 2016, cadastraram-se 730 instituições. Foram submetidos 86 projetos, e 17 deles foram aprovados para o recebimento do apoio do Instituto CCR. Este ano, além de Lauro de Freitas, outros 173 municípios em outros estados foram incluídos.
 
O principal objetivo do “2º Edital Instituto CCR de Projetos Culturais” é fomentar o desenvolvimento cultural em municípios – exceto capitais – no entorno das unidades de negócio administradas pelo Grupo CCR. Lauro de Freitas tornou-se elegível por conta da estação Aeroporto da linha 2 do metrô, que está sendo construída em território do município.
 
Para a edição deste ano, as regras do edital foram mantidas. Para participar, os projetos (e seus proponentes) devem atender a pré-requisitos. Somente serão aceitas inscrições feitas via Sistema de Inscrição Online, no site do Instituto CCR (http://www.institutoccr.com.br), dentro do período de inscrição, até 14 de março de 2017. Os proponentes devem ser pessoa jurídica e estar sediados em uma das 174 cidades listadas no edital.
 
Até a data de abertura do edital (14 de fevereiro de 2017), os projetos devem estar aprovados (com publicação no “Diário Oficial da União”) e aptos a captar no artigo 18 da Lei Rouanet, do Ministério da Cultura. Após indicação dos projetos, os proponentes serão submetidos a uma avaliação pela área de “compliance” do Grupo CCR. Somente receberão o aporte projetos cujos proponentes sejam aprovados nessa etapa.
 
“O primeiro edital, no ano passado, atingiu plenamente o objetivo de apoiar o desenvolvimento da cultura fora dos grandes centros urbanos”, disse Marina Mattaraia, gestora do Instituto CCR. “O edital de 2017 é resultado do amadurecimento da política de investimento social privado do Grupo CCR. É uma ferramenta que permite também o relacionamento com um maior número de proponentes, aumentando o conhecimento do Grupo CCR nessas regiões e ampliando as possibilidades de apoio a projetos qualificados”, afirmou.
Publicidade
Vilas Magazine© 2013. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por: Webd2 - Desenvolvimento Web