Vilas Magazine
Lauro de Freitas
+26°C

Máx +29°

Mín +25°

Dom, 02.02.2014

‘É um mito achar que a cirurgia vai te deixar magro para sempre’

Natália Cancian / Folhapress - Em 01/09/2017

Quando Cristiane Carvalhes (foto), 38, decidiu, há sete anos, fazer a cirurgia bariátrica, sobravam dúvidas. Tantas que depois ela até chegou a criar um diário virtual para ajudar outros pacientes.
 
Hoje, após o desfecho da própria experiência, o objetivo é informar sobre os riscos de largar o acompanhamento nutricional e o exercício. “Quero mostrar que a cirurgia não é um milagre. Muitos diziam: é fácil emagrecer assim. Mas não é. Você entra numa reeducação alimentar para o resto da vida. Se não seguir, volta a engordar”, afirma ela, que voltou a ganhar cerca de 30 kg desde o nascimento da filha, há dois anos, quando derrapou na dieta e deixou de lado os exercícios.
 
O valor corresponde à metade do que havia perdido após a bariátrica, quando passou de 117 kg para 57 kg. Hoje, está com 89 kg.
 
A estimativa é que 15% dos pacientes recuperam até metade do peso perdido, segundo Caetano Marchesini, da Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica. “Sem dúvida operar é mais eficaz que muitos tratamentos clínicos. Mas, se não está bem preparado, os pacientes reganham peso. Onde está a maior demanda também aparecem as maiores complicações”, diz Cláudia Cozer, do Hospital Sírio-Libanês.
 

Leia também

Liberação de remédios para emagrecer divide os médicos

Não adianta só correr

Não é feitiçaria

Quebrar regras das dietas está entre as táticas para manter a perda de peso

Cirurgia bariátrica cresce no país e pode incluir ainda mais pacientes

 
Outros efeitos, como deficiências nutricionais, também são esperados: anemia, perda do cabelo e osteoporose são algumas das queixas. “É um mito achar que a cirurgia vai te deixar magra para o resto da vida. É só uma ferramenta para te ajudar nesse processo”, diz Cristiane.
Publicidade
Vilas Magazine© 2013. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por: Webd2 - Desenvolvimento Web