Vilas Magazine
Lauro de Freitas
+26°C

Máx +29°

Mín +25°

Dom, 02.02.2014

Mudança de nomes de ruas não afeta vida diária de moradores do município

Redação Vilas Magazine - Em 11/01/2018

A mudança de nome – que não é de hoje, mas aconteceu há dois anos já – não afetou e continua não afetando o serviço dos Correios ou quaisquer outros. Os nomes novos passarão a ser mais utilizados à medida que os moradores forem atualizando os cadastros de que participam. 
 
Entretanto, todas as referências ao nome antigo levarão ao nome novo, sem prejuízo para os serviços prestados aos moradores, até porque a referência é o número de CEP do logradouro.
 
A prefeitura de Lauro de Freitas criou um mecanismo online que permite saber se determinada rua mudou de nome. Acessando o endereço goo.gl/xGgn4n é possível verificar o nome novo de qualquer logradouro.
 
Centenas de ruas de Lauro de Freitas foram renomeadas no início de 2016, quando foi criada a lei que delimitou os bairros da cidade. A Vilas Magazine noticiou a mudança na época, mas poucas pessoas deram importância ao assunto, até porque na prática e na vida diária dos moradores tudo continuou como antes.
 
Diversas ruas também tiveram a descrição técnica da via alterada. O que era oficialmente uma “Travessa”, por exemplo, passou a chamar-se “1ª Travessa”, mas agora que o logradouro está vinculado a determinado CEP o dado torna-se pouco relevante para o endereçamento de correspondências.
 
Outras ruas tiveram o nome alterado por estarem em desacordo com a lei: pessoas vivas não podem ser homenageadas em logradouro público. Outras ainda eram designadas apenas por letras e ganharam nome próprio. Em outros casos as ruas apenas trocaram de nome entre si para melhor organização do zoneamento.
 
As empresas com sede em Lauro de Freitas que precisem atualizar o CEP e o nome do logradouro junto à prefeitura podem ficar isentas do pagamento de taxas para esse serviço. Uma indicação nesse sentido, de autoria do vereador Roque Fagundes (PT), foi aprovada na Câmara Municipal em novembro último. A medida depende de aprovação da prefeitura.
Publicidade
Vilas Magazine© 2013. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por: Webd2 - Desenvolvimento Web