Vilas Magazine
Lauro de Freitas
+26°C

Máx +29°

Mín +25°

Dom, 02.02.2014

PIB per capita de Lauro de Freitas cai menos que em Salvador

Redação Vilas Magazine - Em 11/01/2018

Lauro de Freitas continuou a apresentar um Produto Interno Bruto (PIB) per capita superior ao de Salvador, apesar de ter sofrido maior queda que a capital de 2014 para 2015 – no primeiro ano da recessão que já chegou ao fim. Apesar do crescimento populacional, em cinco anos o PIB per capita da cidade aumentou 35%, enquanto o PIB cresceu quase 55%.
 
Já o PIB de Salvador aumentou 42% no mesmo período, contra pouco mais de 30% no cálculo per capita. Em valores absolutos, Lauro de Freitas tinha em 2015 um PIB per capita de R$ 29.516,68, contra R$ 19.812,07 de Salvador. O setor de serviços é o carro-chefe do PIB em ambos os municípios, seguido pelo comércio e construção. Só em 2015 este último setor deixou de ser relevante em Salvador.
 
Os dados são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que divulgou em dezembro último as estimativas do PIB dos municípios com referência a 2010 e até 2015. O PIB per capita é um dos principais indicadores de qualidade de vida nas cidades porque divide pelo número de habitantes o valor monetário de todos os bens e serviços finais produzidos. O resultado não é necessariamente distribuído de forma igualitária na renda das pessoas, mas indica o potencial de redistribuição da riqueza.
 
Nenhum dos dois municípios merece destaque positivo nesse aspecto. A capital baiana, com o 9º maior PIB municipal do Brasil em 2015, na classificação por habitante está na 1.918ª posição nacional e na 28ª estadual. Lauro de Freitas é o 915º no país e o 17º na Bahia.
 
O salário médio registrado pelo IBGE em Salvador para 2015 estava em 3,5 salários mínimos – R$ 2.758 em valores daquele ano. Já em Lauro de Freitas, cidade conturbada e integrada à capital, o rendimento médio do trabalhador no mesmo ano era quase a metade disso: 1,8 salários mínimos ou R$ 1.418. Em Lauro de Freitas, com 76% da população ocupada, mais de 35% tinham rendimento mensal de menos de meio salário mínimo ou R$ 394.
 
Publicidade
Você Viu? Abr/2018
Tribuna do Leitor Poluição sonora
Tribuna do Leitor Poluição Sonora
Tribuna do Leitor Poluição Sonora
Tribuna do Leitor Poluição Sonora
Veja todas as notícias de Abr/2018
Vilas Magazine© 2013. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por: Webd2 - Desenvolvimento Web