Vilas Magazine
Lauro de Freitas
+26°C

Máx +29°

Mín +25°

Dom, 02.02.2014

A Lauro de Freitas que eu quero.......

População Lauro de Freitas - Em 06/05/2018

 
Eu quero para Lauro de Freitas o saneamento básico urgente, porque não é possível que em pleno século 21 a Prefeitura de Lauro de Freitas continue permitindo que os esgotos e resíduos sólidos sejam despejados nos rios, como no Sapato, sem qualquer tipo de fiscalização. Márcia Neves, coordenadora da Sociedade de Amigos do Loteamento de Vilas do Atlântico.
 
A Lauro de Freitas que eu quero é a que tenha um povo que saiba votar, que tenha governantes honestos e com amor à nossa terra, para que possamos contar com o poder público. Que nossas famílias tenham paz e se acabe de vez com a poluição sonora em nossa cidade. Lourival Baptista Neto, empresário.
 
Parabens por mais essa iniciativa da revista Vilas Magazine, estimulando a participação, cidadania e a politização da comunidade. Ao lado desse básico desejado ao País, alem da probidade, espero que os nossos gestores públicos sejam mais ativos do que contemplativos, que não dependam de provocação. Que sejam atuantes por combustão espontânea! Exemplificando, um caso gritante: é no mínimo incompreensível verificar-se que talvez a pior pavimentação asfáltica da cidade perdure há anos na rua onde funciona o anexo da Camara Municipal, com os escritórios dos vereadores, no loteamento Varandas Tropicais, denotando descaso ou absoluta falta de prestígio junto ao Executivo, que, por sua vez, também se mostra alheio ao problema. Lafayette de Azevedo Pondé Filho. Vilas do Atlântico.
 
Eu tenho um sonho de ver nossas crianças brincando novamente de pedalinho no Rio Sapato, e voltar a apreciar a Praia de Vilas do Atlântico limpa e organizada. Carlos Knittel, empresário, ex coordenador- geral da Sociedade de Amigos do Loteamento de Vilas do Atlântico.
 
Sou professor aposentado, com graduação superior, com registro na Delegacia Regional (DR-8), Salvador - BA e escritor. Considero um privilégio (de poucos) receber, gratuitamente, uma revista como a Vilas Magazine: excelente qualidade gráfica, artigos contendo temáticas importantes, esclarecedoras e atuais, além dos imperdíveis Classificados Boa Dica. Parabéns ao publisher Carlos Accioli Ramos e toda a sua equipe. Acreditando e concordando que “Cidadania não se pratica apenas com questionamentos, mas sugerindo soluções...” (Edição 231, Abril de 2018), segue, anexo, a minha primeira contribuição (a título de sugestão) à governante municipal: implantação de um programa de coleta seletiva de lixo residencial nos condomínios de Lauro de Freitas. Anexo: Cartilha de Educação Ambiental e Sustentabilidade - MEC. Anacleon Alves Barbosa.
 
Quero uma Lauro de Freitas onde a Cultura seja uma das prioridades de investimento público, pois a partir daí teremos resultados concretos de cidadania. Duzinho Nery, Diretor de Teatro e Produtor Cultural.
 
O que desejo para onde resido, é que asfaltem as ruas, já que há muitos anos não acontece um asfaltamento decente. Transitamos em ruas cheias de tampões, que é a maneira como asfaltam nos últimos anos. Uma vergonha. Anos atrás, perto das eleições, asfaltavam as ruas, o que não acontece mais. Utilizam os recursos (IPTU, multas, etc.) e asfaltam as ruas de outros locais da cidade. Não é justo. Afinal, também pagamos IPTU e não vemos o retorno para o nosso bairro. Afinal, a prefeita é prefeita da cidade toda. Desejo também que seja implantado nas ruas um espaço para quem utiliza bicicletas, que são muitas, principalmente no horário de final de tarde. Maria Emilia B. Stumpf, residente há 25 anos em Villas do Atlântico.
 
Que o político gestor do município seja humilde e voltado para atender a população, conforme suas necessidades e que aprenda o servir; Que receba seus salários do erário e viva apenas deles, como tantos outros cidadãos brasileiros; Que seja humanitário com os que sofrem, com os animais e respeite a natureza, principalmente na manutenção dos rios. Jaime de Moura Ferreira. Residente há 35 anos em Vilas do Atlântico.
 
A Lauro de Freitas que eu quero... investe massivamente em educação e cultura. Pois, esses são os pilares para construir cidadãos conscientes, politizados e atuantes na sociedade. Conhecer e preservar nossa realidade cultural é de suma importância. Lauro de Freitas possui um legado único e forte. Porém, essas histórias não estão nos livros, apenas em pequenos registros e tradição oral. Conscientizar a população a respeito de nossa cultura e matriz afro-latina, através do lazer, teatro, dança, música e projetos sociais, é uma necessidade. Afinal, um povo que não possui acesso à cultura e educação, perde sua própria identidade. Yasmin Morais tem 17 anos, é escritora, atriz do Grupo A Loca de Teatro e estudante da Faculdade de Comunicação da UFBA. Publica suas obras literárias no blog: “Minha Doce Paranoia”. Moradora do Caji, reside em Lauro de Freitas desde a infância.
 

 

Publicidade
Vilas Magazine© 2013. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por: Webd2 - Desenvolvimento Web