Vilas Magazine
Lauro de Freitas
+26°C

Máx +29°

Mín +25°

Dom, 02.02.2014

Transbordo da estação Aeroporto fica para agosto mas bicicletário gratuito já está em funcionamento

Redação Vilas Magazine - Em 10/07/2018

Construção do terminal de transbordo para a estação Aeroporto: essencial para aumentar o número de passageiros no metrô. Bicicletários estão em operação em sete estações do metrô, inclusive Aeroporto. Aos sábados, domingos e feriados é possível embarcar com as bicicletas no último vagão de cada trem
 
O terminal de ônibus que fará as operações de transbordo para a estação Aeroporto do metrô deve ficar pronto “no mais tardar na primeira semana de agosto”. A previsão é do governador Rui Costa (PT), feita durante a inauguração da passarela da estação Mussurunga, no início do mês passado.
 
O terminal de transbordo vai receber os ônibus da Região Metropolitana e potencializar o uso da estação Aeroporto – ainda abaixo da expectativa. O aumento do número de usuários em horários de pico é essencial para viabilizar a extensão da linha 2 até a estação Lauro de Freitas, no Km 3,5 da avenida Santos Dumont, onde está em construção um shopping center.
 
Para começar a discutir a extensão, a concessionária precisa verificar seis mil passageiros por hora-pico durante seis meses consecutivos na estação Aeroporto. Alcançar essa meta depende fundamentalmente de uma integração eficaz entre o transporte público rodoviário local e a estação Aeroporto.
 
Depois disso a CCR Metrô Bahia, concessionária do sistema, tem mais seis meses para apresentar estudos e então obter a autorização do governo para começar as obras. Os termos fazem parte do contrato de concessão.
 
BICICLETÁRIOS
Os bicicletários de algumas das estações do metrô, que permitem que os usuários deixem as bicicletas, gratuitamente, em um local seguro e adequado, também podem ajudar a aumentar o número de passageiros. A estação Aeroporto conta com um deles.
 
Após se cadastrar com um dos funcionários da estação, o usuário, acompanhado de um agente de atendimento, pode deixar a bicicleta em uma das vagas, com um dispositivo de segurança, como correntes ou travas com segredo. Não há tempo máximo de permanência diária, mas as bicicletas deixadas no local por mais de 72 horas consecutivas são removidas e doadas pela CCR Metrô.
 
Já são cinco as estações com bicicletário na Linha 1 – Bonocô, Acesso Norte, Retiro, Bom Juá e Pirajá – e duas na Linha 2 – Detran e Aeroporto. Mais dez bicicletários serão entregues no futuro próximo, de acordo com Hamilton Trindade, gestor de Operação e Atendimento da CCR Metrô.
 
O cadastro para uso gratuito do bicicletário requer documento com foto do responsável. Se outra pessoa utilizar a mesma bicicleta, os dados desse segundo usuário também deverão constar no cadastro. O horário de funcionamento dos bicicletários é o mesmo das estações de metrô, das 5h à meia-noite.
 
 
VÁ DE BIKE
Os ciclistas contam com uma opção a mais nos fins de semana, quando é permitido o embarque das bicicletas no metrô. A estação Aeroporto é uma das que registram maior número de embarques de bicicletas – que só pode ser feito pela última porta do último vagão – ao lado de Lapa, Pernambués e Imbuí. O limite são duas bicicletas por trem.
 
A campanha Vá de Bike vale para os sábados a partir das 14h e nos domingos e feriados durante o dia inteiro. Em execução há dois meses, só no primeiro mês a CCR Metrô registrou 150 bicicletas, em média, nos fins de semana. Os domingos registraram o maior pico de utilização, com 77% da demanda. Os outros 23% do movimento ocupam os sábados e os feriados.
 
O Sistema Metroviário de Salvador e Lauro de Freitas completou no mês passado quatro anos de operação, transportando cerca de 330 mil usuários por dia e alcançou a marca de 100 milhões de passageiros transportados desde o início das operações.
 
Com um acréscimo de 14,4 Km e oito novas estações em 2017, o metrô foi responsável por quase 50% do crescimento da rede de transporte de passageiros sobre trilhos do Brasil, de acordo com dados da ANP Trilhos. Hoje, o modal possui 33 Km de extensão, 20 estações, sete terminais de integração com ônibus e duas linhas em operação, com mais de 800 viagens diárias. Dezesseis passarelas de acesso às estações e entornos também foram implantadas e revitalizadas e outras três estão em fase final de implementação.
Publicidade
Vilas Magazine© 2013. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por: Webd2 - Desenvolvimento Web