Vilas Magazine
Lauro de Freitas
+26°C

Máx +29°

Mín +25°

Dom, 02.02.2014

Opção pela Via Metropolitana não custa mais caro a motoristas

Redação Vilas Magazine - Em 10/07/2018

 
Já estão abertos ao tráfego os 11,2 quilômetros da Via Metropolitana, por onde devem passar mais de 15 mil veículos por dia, de acordo com o governo do Estado. O trecho liga o Km 8 da BA-099 (Estrada do Coco), em Camaçari, ao Km 5 da BA-526 (CIA-Aeroporto).
 
De acordo com o governador Rui Costa (PT), não haverá dupla cobrança de pedágio para quem trafega do litoral norte em direção a Salvador. “inicialmente haverá uma operação manual, com ticket, mas nós conversamos com a concessionária para fazer um processo automático”, revelou.
 
A nova via será mantida pela Concessionária Bahia Norte, que vai cobrar R$ 4,40 pelo pedágio de carros de passeio, furgões e picapes. Mas quem passar pelo pedágio em Jauá fica liberado de pagar na chegada à CIA-Aeroporto, se fizer o percurso no prazo de uma hora. No sentido oposto, de Salvador para o litoral norte, não há pedágio na Via Metropolitana.
 
Na prática, não haverá custo acrescentado de pedágio para quem optar pela Via Metropolitana em vez de seguir por dentro de Lauro de Freitas, tanto na ida como na volta. Os quilômetros a mais no percurso poderão ser compensados pelo trânsito fluido, poupando o combustível que seria gasto nos frequentes engarrafamentos da avenida Santos Dumont.
 
Entre a BA-526 e a BA-099 há ainda um novo acesso a Lauro de Freitas, pela Rua Dr. Gerino de Souza Filho, próximo ao Jambeiro, que passa a ser uma opção para quem entra e sai da cidade por aquela região. Também foi criado um novo retorno para quem trafega da avenida Santos Dumont para Camaçari, pela Estrada do Coco, logo após a entrada de Busca Vida.
 
O governo espera que parte do volume de veículos que hoje transita pelo sistema viário da avenida Paralela, Dorival Caymmi e Complexo Dois de Julho migre para a nova via, aliviando o trânsito no entorno do aeroporto. 
 
Construída com recursos da ordem de R$ 298 milhões, a via tem o duplo objetivo de desafogar o trânsito em Lauro de Freitas, liberando a avenida Santos Dumont – e criar um novo vetor de crescimento para a Região Metropolitana de Salvador (RMS). À margem da via está sendo construído o Hospital Metropolitano. Ali também será erguido um novo bairro planejado.
 
Município com maior índice de motorização da RMS, com 113,7 automóveis para cada mil habitantes, Lauro de Freitas supera até mesmo a capital (105,2), de acordo com uma pesquisa de mobilidade urbana da secretaria de Infraestrutura da Bahia realizada em 2012.
 
Apesar disso, apenas 2,6% das viagens na RMS verificadas pelo mesmo estudo são originadas em Lauro de Freitas. Salvador contribui com quase 76%, seguida de Camaçari, com mais de 5% do total. A pesquisa mostra também que das 310 mil viagens com destino a Lauro de Freitas verificadas em junho de 2012 – quando foi realizado o estudo – mais de 100 mil eram trânsito externo e quase todas originadas em Salvador.
 
A construção da Via Metropolitana foi adiantada em primeira mão pela Vilas Magazine em setembro de 2012. A revista revelou também o traçado, em 2014 e acompanhou a construção desde o começo de 2015.
 
Publicidade
Vilas Magazine© 2013. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por: Webd2 - Desenvolvimento Web