Vilas Magazine
Lauro de Freitas
+26°C

Máx +29°

Mín +25°

Dom, 02.02.2014

Um mar de plástico

Fabiana Schiavon / Folhapress - Em 31/07/2018

Dados indicam que até 2050 pode haver mais plástico do que peixes no mar. Veja como é possível ajudar a combater esse problema
 
Alarmadas por cenas de animais marinhos enrolados em lixo, celebridades como o ator Victor Fasano e a modelo Gisele Bündchen têm feito campanhas para reduzir o uso do plástico no dia a dia. Especialistas contam que o problema é realmente grave, mas há meios de contribuir para a solução dessa crise.
 
E não é só quem vive na praia que deve se preocupar com isso, já que o lixo deixado na rua vai para o esgoto, que acaba no mar. “Todo plástico que consumimos – no litoral ou no interior – pode parar no oceano. Anualmente, cerca de 2,5milhões de toneladas de plástico vão para o mar por meio dos rios. Tudo está conectado”, diz Marina Marcucci, coordenadora do projeto Menos 1 Lixo.
 
O esforço precisa ser de todos, afirma Alexander Turra, professor do Instituto Oceanográfico da USP (Universidade de São Paulo). “É uma discussão que passa pela ampliação do sistema de coleta de lixo e de reciclagem, além da melhora do tratamento de esgoto.”
 
Para Silvia Rolim, assessora técnica da Plastivida, todos podem contribuir. “Atitudes pequenas fazem diferença. Se não houver como dispensar o canudo para tomar água de coco, tenha a certeza de que ele será reciclado, deixando-o na lixeira correta, e não na areia.”
Publicidade
Vilas Magazine© 2013. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por: Webd2 - Desenvolvimento Web