Vilas Magazine
Lauro de Freitas
+26°C

Máx +29°

Mín +25°

Dom, 02.02.2014

“A cura acontece através da fé, da reforma íntima, da necessidade de ser curado e do merecimento”

Thiara Reges - Em 31/07/2018

A fala de Humberto Aguiar, presidente da Casa da Fraternidade Caminho de Luz, traduz a essência de um trabalho de doação, abnegação e assistência social, realizado através da fé, que resultou no primeiro Hospital Espiritual da Bahia. O berço foi em uma pequena casa no bairro de Itinga. O mentor espiritual é Adolfo Bezerra de Menezes, conhecido na Casa como doutor Cruz. Mesmo em vida, Bezerra de Menezes buscava a união da comunidade espírita. “Não é fácil, mas no começo tentamos muitas vezes. Através do NAPSI - Núcleo de Apoio a Projetos Sociais e Instituições, partilhamos os alimentos arrecadados, cerca de uma tonelada mês, pelos centros espíritas, projetos sociais e demais instituições de Lauro de Freitas e Salvador. Funcionou por um tempo, mas é bem complicado o processo de conscientização”, destaca Humberto.
Foto: Sementes de Luz, atendimento sob a orientação do espírito Sara
 
A primeira mudança de sede aconteceu por orientação do espírito de luz do doutor Fritz, aqui conhecido como doutor Romano, que junto ao espírito doutor Hans, guiou todos os passos para a implantação do primeiro Hospital Espiritual da Bahia, também em Itinga, em março de 2017. Pouco mais de um ano depois, o hospital já avançou para uma sede maior, e com a ajuda de aproximadamente 150 voluntários, diretos e indiretos, atende em média 850 pessoas por semana.
 
A forma de desenvolver o trabalho social foi se remodelando ao longo desse primeiro ano. “Continuamos distribuindo as cestas básicas, montadas a partir das doações que recebemos, mas agora nós vamos nas comunidades, conhecemos as famílias, as suas dores, e avaliamos como melhor ajudar. Temos famílias cadastradas no Capelão, em Areia Branca e no Quingoma, e o próximo passo é chegar na tribo indígena”, frisa Humberto. As 150 famílias cadastradas, recebem uma cesta básica mensalmente, com 20 itens em média.
 
Faz parte do trabalho da Casa também a distribuição de 400 quentinhas para moradores de rua de Lauro de Freitas e Salvador, encontros e palestras, orientação e enxoval para gestantes, assistência jurídica, distribuição de mais de 1.000 litros de água fruitificada. “A água tem o objetivo de transmitir a energia da Casa e através da fé tocar as pessoas, ajudando na libertação de vícios, como bebidas e drogas”, completa Humberto.
Foto: Salão repleto de pessoas, aguardando atendimento
 
“Outro dia estava conversando com um amigo que é pastor de uma igreja evangélica próxima daqui. Disse a ele que não pretendemos mudar o que ele acredita, e nem queremos que ele se esforce para mudar as nossas crenças. Mas tenho certeza que podemos andar juntos, com respeito, fortalecendo a comunidade. Essa é a mensagem, de amor e união, que queremos passar para as pessoas. Estamos precisando muito disso”, conclui.
 
CIRURGIAS ESPIRITUAIS
Atendimentos e cirurgias, sem cortes, realizadas pela espiritualidade através de médiuns. Considerado por muitos como polêmico, o trabalho realizado pelo Hospital Espiritual mexe ao mesmo tempo com a curiosidad e com a fé.
 
“A cirurgia espiritual alcança o que chamamos de periespírito. De forma simples, seria uma espécie de chip onde fica registrada toda nossa história. Somos seres livres, podemos fazer de tudo, mas em algum momento temos que reencontrar o equilíbrio. E é preciso acessar o periespírito para isso”, esclarece Humberto.
 
Tratamentos holísticos
 
A médium Patrícia Aguiar, uma das responsáveis pela Casa, destaca que desde o início das atividades doutor Romano orientou que o hospital espiritual deveria tratar não apenas corpo, mas também o espírito. “Doutor Romano afirmou que precisamos primeiro ensinar as pessoas, e para isso é necessário unir o espiritual e o convencional, trabalhar também com a medicina complementar”, conta Patrícia.
 
Gratuitamente são realizados atendimentos regulares nas especialidades de cromoterapia, massoterapia, reiki, acupuntura, ventosa, geoterapia, aromaterapia, atendimentos psicológicos e fisioterápicos. Todos os profissionais são voluntários, e já se iniciou também os cursos de formação para novos terapeutas. Cada pessoa atendida doa alimentos e água, que vão compor as cestas básicas e as quentinhas.
 
Os atendimentos acontecem ao longo da semana, mas é aos domingos, quando é realizada a triagem, que a Casa recebe mais pessoas. Vários médiuns estão à disposição para receber a espiritualidade: nas cirurgias espirituais estão os doutores Romano, Hans, Joseph e Hausen Fritz, Hermes, Clara e Rodolpho; nos atendimentos de acolhimento espiritual, está Dom Inácio e nos tratamentos ortopédicos, o doutor Alejandro. Cada paciente seguirá, caso necessário, com o tratamento holístico no próprio hospital durante a semana.
Foto: Tratamentos holísticos
 
Pessoas de todas as idades procuram a ajuda espiritual. Casos de depressão e tendências suicidas são constantes, e já estão em atendimento através do Sementes de Luz, energização orientada pelo espírito Sara. Mas outra enfermidade já chama atenção: o aumento no número de pessoas com câncer estimulou a criação do NUCI - Núcleo de Cuidados Integrativos, sob os cuidados do espírito doutor Hermes, que há seis meses atua no acompanhamento das famílias.
 
Uma noite, quando Humberto estava fazendo a prece, doutor Romano pediu que ele perguntasse ao microfone se havia um médico presente. A plateia ficou em silêncio, mas ele insistiu: “Eu sei que tem um médico aqui. Se você se apresentar, nós iremos conversar”. Então o médico oncologista Franklin Santana, se apresentou. Hoje é o responsável pelo núcleo, que atende cerca de 30 pacientes, a maioria com metástase. “Fazemos todo o acompanhamento com o paciente e com a família. Terapias holísticas, energização, limpeza, bem como o conhecimento e consciência sobre o estágio pelo qual estão passando”, salienta Patrícia.
 
CIDADE DE BETÂNIA
O Hospital Espiritual e o NUCI são apenas uma parte do projeto dos doutores Romano e Hans. Patrícia destaca que o desejo da espiritualidade é a construção da Cidade de Betânia, uma célula transformadora que irá contemplar desde o trabalho espiritual aos tratamentos da medicina convencional, além de escolas, biblioteca, quadras de esporte, etc.
 
“Chico Xavier e agora Divaldo Franco, são muito importantes para quebrar as barreiras que poderiam existir em relação ao espiritismo, e hoje a aceitação está muito maior. Nós orientamos sempre que as pessoas não devem parar com seus tratamentos da medicina convencional. Tanto que a Cidade de Betânia prevê a construção de um hospital convencional e oncológico, e maternidade. Buscamos dignidade, nenhuma pessoa merece passar meses em busca de um tratamento médico”, destaca Patrícia.
 
A construção da célula transformadora aguarda a doação de um espaço físico (terreno), que possa comportar todo o projeto. “Para iniciar o bem é necessário dar o primeiro passo. Nascer Cidade de Betânia é oferecer a inclusão a um povo, através da fé, e todo gesto de amor será reconhecido”, destaca Patrícia.
 
“Nesses meus 40 anos de caminhada na doutrina espírita a aceitação melhorou quase 100%. Não é sem razão que uma faculdade local, através do seu curso de medicina, está disposta a firmar parceria com o hospital espiritual. Estamos formalizando também uma parceria com um laboratório da cidade, para realizações de exames com preços abaixo da tabela popular. Essa busca só nos mostra que estamos na direção certa, fazendo um trabalho que realmente impacta a nossa comunidade”, concluiu Humberto.
 
A médium Patrícia Aguiar e Humberto Aguiar. Ao centro, pintura a óleo, inspirada em pintura mediúnica da imagem de doutor Romano. Obra da artista plástica Margarita Ariza

 

Publicidade
Vilas Magazine© 2013. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por: Webd2 - Desenvolvimento Web