Vilas Magazine
Lauro de Freitas
+26°C

Máx +29°

Mín +25°

Dom, 02.02.2014

Vacinação contra a raiva animal prossegue mesmo depois da campanha

Redação Vilas Magazine - Em 01/08/2018

A prefeitura de Lauro de Freitas reforçou a Vacinação Antirrábica Animal desde o mês passado com uma campanha de imunização de cães e gatos que segue até este mês, em vários pontos da cidade, das 9h às 15h. Mas mesmo depois da campanha é possível vacinar os animais, de segunda a sexta-feira, no Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), que fica na rua José Leite, nº 90, em Itinga, com atendimento de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 15h30. O telefone do CCZ é (71) 3288-8912.
 
As equipes de vacinação também atendem a domicílio, quando o proprietário tem dificuldade física para locomoção física ou muitos cães ou gatos para vacinar. Pelo menos no ano passado, para atender a população que não tem acesso aos locais de vacinação ou não sabe onde as equipes operam, o CCZ realizou ações itinerantes em condomínios.
 
De acordo com a prefeitura, a campanha serve para chamar a atenção e dar um reforço no controle da doença, mas a imunização de cães e gatos é constante. No ano passado, 21.751 cães e 8.326 gatos foram imunizados contra a doença.
 
Para serem vacinados, os animais devem ter mais de três meses de idade e não podem estar doentes. Além disso, as fêmeas recém-paridas só podem ser vacinadas 15 dias depois do resguardo. O tutor deve levar o cartão de vacina do seu animal.
 
A secretaria de Saúde chama a atenção da comunidade para a importância da vacinação, já que o vírus rábico está em circulação no município. Foram confirmados laboratorialmente quatro casos de morcegos e de um cão positivo para raiva. A secretaria lembra que a vacinação é a única forma de quebrar a cadeia epidemiológica de transmissão, impedindo que o vírus alcance a população humana, grupo em que a raiva é fatal. A raiva é transmitida pela saliva do animal doente em contato com a pele, por meio de mordidas, arranhões ou mesmo lambidas. Os principais sintomas incluem a mudança de comportamento do animal, que passa a babar muito e que pode ficar muito bravo, a dificuldade de engolir e a paralisia das patas traseiras, além do latido diferente.
 
Vacinação de cães e gatos também pode ser feita em domicílio
Publicidade
Vilas Magazine© 2013. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por: Webd2 - Desenvolvimento Web