Vilas Magazine
Lauro de Freitas
+26°C

Máx +29°

Mín +25°

Dom, 02.02.2014

Parceria com o Google tem referência no Colégio Perfil e alcança 500 escolas públicas

Redação Vilas Magazine - Em 02/12/2018

Estudantes usam o Chromebook no colégio Perfil
 
O Colégio Perfil de Vilas do Atlântico tornou-se a primeira “Escola de Referência Google” da Bahia, em outubro. O selo é atribuído pela empresa norte-americana às instituições de ensino que desenvolvem soluções únicas, com o suporte de ferramentas de educação do Google. As três primeiras escolas brasileiras certificadas pelo Google, em 2017, são todas de São Paulo: Colégio Mater Dei, Ítalo Brasileiro e EMECE.
 
Wilson Abdon, diretor geral do Colégio Perfil, foi à sede da Google For Education Brasil, em São Paulo, no dia 13 de novembro, para receber o troféu de Escola Referência Google e o certificado, oficializando a conquista. De acordo com Wilson, a instituição investe em uma educação baseada no G Suite, que provê tecnologias facilitadoras como o Google Drive, Google Apresentações, Gmail, Google Classroom e Google Docs, para dar alguns exemplos.
 
Além disso, dedica-se a desenvolver os professores, contando com Educadores Certificados pela Google de Nível 2, Instrutores Certificados e Inovadores Certificados. Todos esses elementos, somados à parceria com a For Education EdTech, levaram ao reconhecimento do Colégio Perfil como a primeira Escola de Referência da Bahia.
 
O ensino público baiano também tem a participação da Google for Education. Cerca de 500 escolas na Bahia devem ser contempladas até o fim do ano com o projeto e-Nova Educação, lançado em abril deste ano pela secretaria da Educação do Estado em parceria com empresa. A ação leva internet de alta velocidade e dispositivos móveis para as salas de aula de toda a rede estadual de ensino.
 
Para acompanhar o projeto, o diretor do Google for Education Brasil Alexandre Campos esteve em Lauro de Freitas e Salvador em agosto para “acompanhar o uso das tecnologias nas escolas que estão recebendo os Chromebooks”, que à data já eram 300. Os professores foram capacitados na Universidade Federal da Bahia (UFBA) para transmitir o conteúdo em sala de aula. “Tudo que os alunos querem hoje é estudar usando computadores”, disse Campos.
 
Com o projeto, o conteúdo nas escolas é acessado por meio de Chromebooks, aparelho semelhante a um notebook, criado pelo Google, que funciona totalmente baseado na web. O Governo do Estado já adquiriu 14 mil unidades do produto para distribuir nas escolas. 
FOTO: Estudantes da rede pública usam o Chromebook em sala de aula
 
“Esta tecnologia é uma ferramenta que vem fortalecer o eixo pedagógico das escolas, pois o pedagógico é o objetivo central e o tecnológico é o auxiliar”, avaliou o secretário estadual da Educação Walter Pinheiro. “O resultado desta parceria com o Google é a plataforma, a forma como você se interliga, acessa e pratica, mas o conteúdo é, inclusive, de baianos e baianas” – explica – “no ano passado, nós lançamos a nossa plataforma com 6.580 conteúdos e, agora, por exemplo, estamos vendo várias escolas que têm experiências que são gestadas a partir da criatividade, do envolvimento e, principalmente, da inter-relação e esta parceria é para permitir isso”.
 
Em fase piloto desde 2017, o projeto e-Nova Educação já fazia parte do dia a dia de estudantes e professores de vinte escolas de Ensino Médio de onze municípios baianos. Além de Lauro de Freitas e Salvador, Feira de Santana, Mata de São João, Camaçari, Jequié, Vitória da Conquista, Ilhéus, Itabuna, Senhor do Bonfim e Luís Eduardo Magalhães, nas mais variadas modalidades de ensino.
Publicidade
Vilas Magazine© 2013. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por: Webd2 - Desenvolvimento Web