Vilas Magazine
Lauro de Freitas
+26°C

Máx +29°

Mín +25°

Dom, 02.02.2014

CHOCOLATES E PETS: O doce amado dos humanos pode provocar sérios danos à saúde dos animais

Thiara Reges - Em 31/03/2019

Se você é do tipo de pessoa que gosta de compartilhar um pedacinho de sua comida com o seu pet, fazendo aquele agrado ao bichinho, muito cuidado! Você pode estar expondo seu animal a diversos problemas de saúde, que vão desde alergias a lesões gastrointestinais. E na Páscoa, a atenção deve ser redobrada.
FOTO: Renata Bel Bianco com os pets Vitório (coelho) e Pipoca (cadela)
 
É que o cacau possui uma grande concentração da substância chamada teobromina, que no organismo humano gera uma sensação de conforto, além de possuir efeito diurético, estimulante e relaxante. Mas para os pets o efeito pode ser tóxico, como destaca a veterinária Renata Bel Bianco. “Nos animais a teobromina tem efeito tóxico, provocando aumento na frequência respiratória, aumento na pressão arterial, náusea, alergia, perda dos sentidos, palidez das mucosas e desmaio. Dependendo do porte do animal e da quantidade ingerida, pode provocar convulsões e até a morte”.
 
A veterinária frisa ainda que de uma forma geral não é recomendado dar alimentos humanos para pets. “O metabolismo dos animais é diferente do nosso, então é muito importante que as pessoas que tenham seus bichinhos de estimação entendam os riscos de dar alimento de humano para eles. Mesmo aquele pedaço de carne, temperado só na cebola e no alho, pode sim provocar graves danos gastrointestinais”, frisa a profissional.
 
No caso da ingestão de chocolate, Renata aconselha levar imediatamente o animal para uma clínica veterinária, para que seja feita uma lavagem gástrica e administrados medicamentos contra alergia. “O chocolate não é metabolizado pelo organismo dos animais, ou seja, eles não eliminam o alimento nas fezes. Nas primeiras duas horas após a ingestão ainda é possível expulsar o chocolate do organismo, mas uma vez absorvido, não conseguimos mais reverter, sendo necessário então tratar os sintomas clínicos dessa intoxicação”.
 
Mas você não precisa excluir seus bichinhos da Páscoa. O mercado pet está preparado para essa demanda, e é possível encontrar chocolates em formato de ossinhos, ovos de páscoa, moedinhas de chocolate, barras de chocolate, entre outros mimos. É importante frisar que desses produtos, apesar do aroma e cheiro de chocolate, o cacau passa longe, sendo produzidos com farinha de cenoura, amêndoas ou alfarroba, e sem o uso de açúcar.
Publicidade
Vilas Magazine© 2013. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por: Webd2 - Desenvolvimento Web