Vilas Magazine
Lauro de Freitas
+26°C

Máx +29°

Mín +25°

Dom, 02.02.2014

PROJETO MADURAMENTE: Um novo olhar para o envelhecimento

Thiara Reges - Em 30/05/2019

A vida não pára quando chegamos aos 60 anos e deixar isso bem claro é um dos objetivos do projeto Maduramente. Lançado em 18 de abril deste ano, o projeto surge da parceria entre as amigas Rosangela Correia, 53 anos, e Ana Figueiredo, 54 anos, determinadas em contribuir para um novo olhar sobre o envelhecimento.
 
“Conheci Ana através de uma amiga comum, e logo percebemos uma boa afinidade, dentre elas um incômodo sobre como o envelhecimento está sendo tratado na nossa sociedade. Há alguns anos eu comecei a pesquisar sobre o que poderia ser feito para o bem viver do idoso. Sempre convivi de perto com meus pais, meus avós, e me incomoda muito perceber que o envelhecimento está sempre associado a temáticas como asilos, doenças, temas que não nos colocam em lugar de honra”, conta Rosângela.
 
Foram quatro anos de pesquisa de mercado e 18 meses de apresentação do projeto junto a instituições e associações, na busca por parcerias. “O primeiro passo foi apresentar a informação de uma forma madura, com estatísticas. Sabemos que existe uma resistência social em falar sobre o assunto, as pessoas não querem se enxergar neste contexto e rola uma negação. Mas isso é um fato, o Brasil envelheceu: somos o quinto maior país, em números, com população de 60 anos ou mais; Salvador fica em 9ª entre as capitais brasileiras, e ambos com crescimento acelerado. E como nos preparamos para esse momento?”, destaca Ana Figueiredo.
 
Rosangela e Ana tem clareza de como é difícil envelhecer, mas acreditam que hoje, com informação e tecnologia, podemos envelhecer o corpo, mas continuar sendo jovens e ativos. E elas se apropriaram justamente da tecnologia para alcançar um maior número de agentes transformadores. O Maduramente está na Internet e possui um Blog, alimentado através da contribuição de profissionais de diversos segmentos; um canal no Youtube, com vídeos de especialistas; além das redes sociais Facebook e Instagram. “Me surpreendi recentemente quando minha filha me contou que participa de um grupo nas rede sociais chamado ‘delícias aos 50’, onde ela e as amigas debatem sobre envelhecimento. E essas ações são muito importantes pois precisamos desvincular a visão negativa sobre o envelhecimento”, frisa Ana.
FOTO: Ana Figueiredo, Alexandre Kalache e Rosângela Correia, no lançamento do projeto Maduramente
 
“O Maduramente nasce do desejo de fazer um movimento para transformar não só a população, a transformar o comportamento para que a sociedade veja o envelhecimento com qualidade. O projeto se comunica tanto com quem já chegou aos 60 anos, como com os mais jovens, para que revejam suas atitudes de modo a garantir um melhor envelhecimento. Em 2019 nosso objetivo é trazer informação, conhecimento e unir pessoas que possuem a mesma proposta, para assim alcançarmos tanto a população, como os formadores de opinião. Só mudamos um conceito com informação; o uso do cinto de segurança e as campanhas contra o cigarro estão aí para provar isso”, conclui Rosangela.
 
O projeto começou com pé direito. Os primeiros grandes eventos foram a Exposição Fotográfica “Um novo Olhar sobre o envelhecimento”, assinada pelo fotógrafo Edgard Chaves, exposta nos shoppings Salvador e Salvador Norte, e a palestra com o médico gerontólogo, especialista internacional em Longevidade, Alexandre Kalache.
 
A próxima agenda será no dia 27 deste mês, às 19 horas, no Auditório do Salvador Shopping, com a palestra: “Previdência Social e Privada - Prever para Prover - Uma Nova Visão de Mundo, o Futuro que nos Espera”, com o procurador federal, André Oliveira, Mestre em Ciências Jurídicas, especialista em Direito Previdenciário, pós-graduando em Neuropsicologia e Hipnoterapeuta Ericksoniano.

 

Publicidade
Vilas Magazine© 2013. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por: Webd2 - Desenvolvimento Web