Vilas Magazine
Lauro de Freitas
+26°C

Máx +29°

Mín +25°

Dom, 02.02.2014

Hospital Metropolitano gera 25% dos empregos na construção de edifícios

Redação Vilas Magazine - Em 31/07/2019

Obras do Hospital Metropolitano: governo é indutor de crescimento econômico e geração de emprego
 
As áreas da construção civil e da agropecuária lideram a geração de postos de trabalho na Bahia nos cinco primeiros meses de 2019. Os setores criaram mais de oito mil empregos cada um, de acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), sistematizado pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI). Nesse período, a Bahia gerou mais de 26 mil novos postos de trabalho.
 
O secretário de Planejamento Walter Pinheiro destacou que dos 1.559 postos criados na construção de edifícios, 430 são da obra do novo Hospital Metropolitano, em Lauro de Freitas. A obra representa um investimento de R$ 180 milhões e deve ser inaugurada em dezembro. Pinheiro defende que “o papel do governo é fundamental como indutor de crescimento econômico e da geração de emprego”. Além da construção de edifícios, ainda no setor da construção civil, destaque para obras para geração de energia elétrica e telecomunicações, com 2.410 empregos.
 
De acordo com o secretário do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte, Davidson Magalhães esse é o resultado do investimento em obras públicas estruturantes, tanto em Salvador, que obteve um saldo positivo de 3.623 vagas nesse período, como também no interior do estado. “Além disso, reflete o esforço que o Governo do Estado, por meio do SineBahia, tem feito na captação de vagas para o setor da construção civil”, explicou Magalhães.
 
Com 78% de obras concluídas, o Hospital Metropolitano será o principal equipamento de saúde da Região Metropolitana de Salvador, atendendo a todos os casos da rede de urgência e emergência inclusive do litoral norte, por ser de fácil acesso, a partir de diversas vias expressas – o que deve desafogar o Hospital Geral do Estado, o Hospital Geral Roberto Santos e o Hospital Geral de Camaçari. Também estão em curso a pavimentação asfáltica de 2,6 Km da rua Djanira Maria Bastos, no Quingoma e a construção de outra via de acesso ao novo hospital.
 
Com 265 leitos, sendo 55 de Terapia Intensiva (UTI), é um hospital de grande porte, com 27,9 mil metros quadrados de área construída. Referência para casos de urgência e emergência, trauma e acidente vascular cerebral (AVC), a unidade terá dez salas de cirurgia.
 
Um dos destaques do projeto é a Unidade de Atenção ao Acidente Vascular Cerebral (UAVC), que atenderá pacientes acometidos pelo Acidente Vascular Cerebral (isquêmico, hemorrágico ou ataque isquêmico transitório), na fase aguda, ofertando tratamento trombolítico venoso, reabilitação precoce e investigação etiológica completa.
 
Após a inauguração do Hospital Metropolitano, o Hospital Geral Menandro de Faria, na av. Santos Dumont (antiga Estrada do Coco), será requalificado e terá o perfil modificado para atender gestantes e crianças. A unidade será uma maternidade de alto risco e um hospital pediátrico.
Publicidade
Vilas Magazine© 2013. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por: Webd2 - Desenvolvimento Web