Vilas Magazine
Lauro de Freitas
+26°C

Máx +29°

Mín +25°

Dom, 02.02.2014

Central geral de apoio a empresas oferece serviços públicos integrados

Redação Vilas Magazine - Em 01/09/2019

Já está em funcionamento a Central Geral de Apoio à Micro, Pequena e Média Empresa (CGAE), montada pela secretaria de Desenvolvimento Econômico e Inovação Tecnológica, da prefeitura de Lauro de Freitas, no espaço do novo centro administrativo, junto ao Parque Shopping Bahia. FOTO: Cristiano Magarão Souza, secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, fala durante a inauguração do CGAE
 
Voltado para atender empreendedores que desejam abrir negócios em Lauro de Freitas, o espaço integra diversos serviços públicos, conforme destacou a prefeita Moema Gramacho, com “representantes de todas as secretarias necessárias para o desenvolvimento de negócios”.
 
De forma simplificada, o CGAE pode orientar Micro-Empresários Individuais (MEI) e Empresas de Pequeno Porte (EPP) na regularização, inscrição, alteração, baixa e outros serviços avulsos. Os atendimentos serão prestados pelas secretarias de Desenvolvimento, Meio Ambiente, Administração, Trânsito, Transporte e Ordem Pública, Fazenda, superintendência de Vigilância Sanitária e Junta Comercial da Bahia (Juceb).
 
PERFIL
De acordo com dados da Receita Federal, Lauro de Freitas tem mais de 12 mil Micro Empresários Individuais (MEI) registrados. Ao todo, são mais de 300 atividades, que demandam licenças e procedimentos diversos na burocracia do município. Quarenta delas têm apenas um empreendedor registrado. Um deles, por exemplo, cultiva hortaliças. Outro faz gravação de carimbos.
 
A maioria – 984 até meados do mês passado – desenvolve atividades de cabeleireiro, barbeiro, manicure e semelhantes. Outra atividade muito registrada pelos MEI em Lauro de Freitas é o comércio varejista de vestuário, com 911 empreendedores.
 
As pizzarias “delivery”, fornecedores de marmitex e outros alimentos para consumo domiciliar são a terceira categoria mais registrada na cidade, com 458 empresários em nome individual. Ainda no ramo da alimentação, os ambulantes, quiosques, trailers, food trucks, barraqueiros e outros somam 432.
 
Os profissionais de construção civil, pedreiros e construtores de estruturas de alvenaria vêm em seguida, com 388 registros. A distribuição de panfletos também é concorrida, com 349 pessoas no setor.
 
Há dois meses à frente da gestão da secretaria de Desenvolvimento Econômico, Cristiano Maragão diz que “o CGAE funcionará como um aperto de mãos para o desenvolvimento do município”.
 
Marcos Brito, diretor geral do Parque Shopping Bahia, avaliou o CGAE a partir de suas experiências no ramo empresarial. “A Central vai contribuir ainda mais para o desenvolvimento da cidade”, disse. “Apesar da crise, estamos chegando a Lauro de Freitas, um local diferente do país, onde dá para se empreender, ganhar dinheiro e trazer mais emprego e renda”.
 
Com a abertura do Parque Shopping, cerca de 3.500 empregos diretos serão gerados.
Publicidade
Vilas Magazine© 2013. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por: Webd2 - Desenvolvimento Web