Vilas Magazine
Lauro de Freitas
+26°C

Máx +29°

Mín +25°

Dom, 02.02.2014

Campanha da Defensoria Pública estimula reconhecimento de paternidade

Redação Vilas Magazine - Em 01/09/2019

Equipe da Defensoria Pública da Bahia: Ação Cidadã Sou Pai Responsável acontece o ano inteiro
 
A Defensoria Pública do Estado da Bahia (DPE) voltou a realizar, no mês passado, a campanha Sou Pai Responsável, de incentivo à consciência paterna, pela via do reconhecimento de paternidade. De acordo com dados do Conselho Nacional de Justiça, mais de 5,5 milhões de crianças brasileiras não têm o nome do pai em seus documentos.
 
Iniciada em 2007, a Ação Cidadã Sou Pai Responsável é realizada durante todo o ano pela DPE e intensificada no mês de agosto, quando se comemora o dia dos pais. A campanha busca tanto estimular a participação dos pais no convívio e desenvolvimento dos filhos, como incentivar homens relutantes a assumir a paternidade de crianças sem o nome do pai no registro de nascimento.
 
Em parceria até com clubes de futebol como o Esporte Clube Bahia e o Esporte Clube Vitória, a DPE procura levar a campanha até o público alvo, onde ele estiver. Este ano houve atendimentos na Loja Esquadrão, na Fonte Nova e no Barradão, mediante acordos celebrados entre a instituição e os clubes.
 
A campanha deste ano teve como padrinho a ator Érico Brás que atua em programas de humor na TV. Durante o evento de apresentação da campanha, no dia oito de agosto, em Salvador, Érico Brás contou um pouco de sua vida e discorreu sobre como sua experiência como filho foi inversa à experiência como pai.
 
“Meu pai não era presente na minha vida”, contou – “Nunca me levou à escola, nunca foi lá saber o que fazia ou não fazia, ele não tinha noção do que acontecia comigo”. Mas, “ainda criança, quando descobri a arte, logo percebi que não queria repetir certos comportamentos dele, inclusive o de ser um pai ausente” – e “pensava ‘quando for pai quero fazer diferente’ e assim venho me esforçando”, disse.
 
De acordo ele, quando sua filha nasceu, momento em que ele tinha 24 anos, seu senso de responsabilidade pessoal e social mudou completamente. “O pai presente que hoje sou nasce da minha atitude de refletir sobre minha vida, mas também da necessidade de transformação de nossa sociedade”, acrescentou Brás.
 
Para a defensora pública e coordenadora da especializada de Família e Sucessões Tatiane Queiroz, a iniciativa visa sobretudo sensibilizar os pais a entender a importância da paternidade. “Nossa missão não é apenas oferecer testes de DNA para investigação de paternidade”, explica – “É necessário conscientizar a sociedade da importância da paternidade, ajudando mesmo o pai a ser pai, para que eles se envolvam com a vida, as atividades dos filhos”. Além disso, “para as crianças o exemplo é um grande aprendizado”, comentou. FOTO: O ator Érico Brás na campanha pelo reconhecimento de paternidade deste ano: história pessoal
 
Além de estimular o diálogo e promover mediação e conciliação para que os reconhecimentos dos filhos sejam espontâneos, a Defensoria oferece exames de DNA gratuitos para apuração de paternidade. Desde sua criação a Ação Cidadã Sou Pai Responsável já assistiu mais de 23 mil pessoas e só em 2019, antes da campanha de agosto, já haviam sido realizados quase dois mil testes de DNA. No ano passado, 215 homens assumiram a paternidade espontaneamente, sem a realização dos testes.
 
“São vários os pais, infelizmente, que por medo, por dificuldade econômica, por terem dúvidas, não reconhecem seus filhos”, disse o Defensor Público Geral Rafson Ximenes, que prestigiou o lançamento da campanha. “É óbvio que a criança vai sofrer muito com isto”, avalia, “mas o pai, quando não assume sua condição, perde também” porque “nenhuma relação se compara quando você percebe que há uma criança que um dia vai ser tornar adulta e que depende para isso da sua assistência, dos seus cuidados”, declarou.
Publicidade
Vilas Magazine© 2013. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por: Webd2 - Desenvolvimento Web