Vilas Magazine
Lauro de Freitas
+26°C

Máx +29°

Mín +25°

Dom, 02.02.2014

Miragem abriga primeiro ecoponto para descarte de poda, entulho, móveis e eletrodomésticos

Redação Vilas Magazine - Em 01/12/2019

 
Está pronto o “ecoponto” do Miragem, localizado atrás do condomínio Gileade. Criada em cumprimento à lei do Lixo Zero, aprovada pela Câmara Municipal para regulamentar o descarte de resíduos sólidos, a nova estrutura vai ajudar a combater o descarte irregular de entulho e o acúmulo de sujeira nas ruas.
 
Este primeiro ecoponto, nome dado pela lei ao espaço, está instalado no canteiro entre as ruas Eliaci Conceição Miragem abriga primeiro ecoponto para descarte de poda, entulho, móveis e eletrodomésticos e Evanildes Costa, onde a secretaria de Serviços Públicos registra um alto índice de descarte de entulho na região. O investimento é da iniciativa privada, em cumprimento à lei municipal de contrapartidas sociais.
 
As pessoas podem descartar resíduos sólidos volumosos, inclusive de construção civil, podas e recicláveis, limitados a meio metro cúbico por dia para cada morador. O volume é equivalente a uma caixa de 1m de lado por 50cm de altura, menor que uma geladeira ou um sofá – e consta expressamente da lei.
 
Apesar de se admitir restos de poda, a prefeitura não permitirá o descarte de outro tipo de material orgânico para evitar a proliferação de pragas. Fechados, os pontos de descarte não permitirão o acesso de coletores de material reciclável.
 
Todo o material recebido no ecoponto será transportado para um aterro no Quingoma. O espaço funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h, e aos sábados, das 8h às 12h.
 
De acordo com a secretaria de Serviços Públicos, mais sete ecopontos serão implantados na cidade. Para Leandro Almeida, assessor da secretaria, há “uma batalha diária no combate aos pontos crônicos de lixo na cidade, e esse local será uma ferramenta importante para a erradicação” do problema.
 
A lei nº 1.742, publicada em outubro de 2018, proíbe jogar resíduos sólidos de construção civil, podas e outros descartes em locais inadequados. O cidadão que for flagrado descartando lixo de forma ilegal será punido com multa. A depender da infração, poderá ter de pagar entre R$ 156 e R$ 890 e ao dobro disso em caso de reincidência.
Publicidade
Vilas Magazine© 2013. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por: Webd2 - Desenvolvimento Web