Vilas Magazine
Lauro de Freitas
+26°C

Máx +29°

Mín +25°

Dom, 02.02.2014

Novo aeroporto no Litoral Norte atende investimento crescente

Redação Vilas Magazine - Em 01/12/2019

Novo aeroporto pode ficar pronto até 2027. Resort Hotel Costa dos Coqueiros, em Imbassaí.
 
O governo federal anunciou em novembro “estudos de viabilidade para a construção de um novo aeroporto na Bahia”. A ideia é atender a região turística da Costa dos Coqueiros, que vai de Lauro de Freitas a Jandaíra, passando por Camaçari, Mata de São João, Entre Rios, Esplanada e Conde. O litoral norte abriga número crescente de empreendimentos turísticos no formato de resorts de alto padrão.
 
O secretário Nacional de Integração Interinstitucional, Bob Santos, avalia que o novo aeroporto facilitaria o acesso de turistas. “Esta área encontra-se entre os aeroportos de Salvador e Aracajú que ficam a 289km de distância [um do outro]”, diz – “em alta temporada, um turista pode demorar mais de 4h de um ponto a outro pela rodovia”.
 
Eduardo Bernardi, diretor de Investimentos da Secretaria Nacional de Aviação Civil, ressalta que o aeroporto não é para já. “Construir um empreendimento desse porte requer um estudo minucioso além de outras fases que devem ser superadas como a definição do local, estudo orçamentário, licenças ambientais e projeto de engenharia para então começar as obras”, diz. Com tudo isso, “o processo até a inauguração do aeroporto pode levar de cinco a sete anos”.
 
Representantes do setor hoteleiro com investimentos ou intenção de investir na Costa dos Coqueiros participaram de um encontro sobre o tema no mês passado em Brasília e afirmaram que novos produtos e segmentos turísticos podem dinamizar o turismo e reduzir a sazonalidade e capacidade ociosa da área.
 
De acordo com eles, com a facilitação de acesso a partir do aeroporto, a perspectiva é gerar 30 mil empregos com novos projetos hoteleiros a serem implantados nos próximos dez anos. De acordo com o ministério do Turismo, um dos empreendedores destacou a riqueza da costa brasileira e comparou o litoral baiano a Riviera Maya, no caribe mexicano, um polo turístico com centenas de resorts de alto padrão.
 
Segundo o governo, participaram do encontro também o embaixador da Espanha no Brasil Fernando Garcia e representantes da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis Bahia (ABIH) e dos grupos hoteleiros Palladium e Aviva.
 
CIDADE AGUADUNA
O interesse da Espanha na construção do aeroporto pode estar ligado ainda a empreendimentos daquele país previstos para o litoral norte baiano. Na orla de Entre Rios, de acordo com o governo da Bahia, o grupo empresarial espanhol Naurigas trabalha para implantar “um empreendimento sustentável turístico e habitacional”. Em julho, os empresários estiveram reunidos com os secretários estaduais do Planejamento, Walter Pinheiro, e do Turismo, Fausto Franco, além do cônsul-geral da Espanha no Nordeste, Gonzalo Fournier, e do superintendente de Atração de Negócios da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Paulo Guimarães.
 
O secretário Walter Pinheiro (centro) recebe empresários espanhóis: Cidade Aguaduna terá residências, complexo hoteleiro, espaços esportivos, escritórios e atividades comerciais.
 
No encontro, o grupo apresentou a Cidade Aguaduna, empreendimento concebido no modelo de cidade inteligente, tendo a sustentabilidade e a inovação como princípios fundamentais. Segundo o governo, o empresário espanhol Tarek Al Masri, que assessora o empreendimento, afirma que o Aguaduna “pretende ser um modelo social e integrador que valorize as pessoas, a sociedade e a natureza, com um caráter de muita inovação tecnológica, que dê um novo impulso à região e que possamos implantar um novo modelo de cidade sustentável”, disse.
 
Fournier garantiu que a empresa “conta com o apoio do governo da Espanha” e que, com “muito prestígio”, tem mais de 50 anos de experiência e cerca de 50 hotéis implantados em seis países diferentes. O Aguaduna está sendo concebido com foco na sustentabilidade, baixa ocupação territorial, dentro do conceito de cidade inteligente, com espaços residenciais, complexo hoteleiro e espaços destinados para esportes e serviços, a exemplo de escritóriose atividades comerciais.
 
TURISMO DE NEGÓCIOS
O governo estadual tem investido no turismo do litoral norte também como destino de negócios. Um Centro de Atendimento ao Turista (CAT), previsto para Imbassaí, no município de Mata de São João, está em fase de licitação desde agosto. Destino de lazer, com suas belas praias contornadas por coqueirais, dunas e riachos, a localidade pode se tornar agora também um centro de turismo de negócios.
 
Com uma área de mais de mil metros quadrados, o CAT será construído pelo governo do estado no que é considerado local estratégico, a 80 quilômetros de Salvador. O centro vai oferecer um espaço para convenções com capacidade de 600 lugares, um receptivo para turistas e salas para pequenas reuniões de negócios, dentre outras facilidades. As obras serão executadas por meio da Secretaria de Infraestrutura.
 
Imbassaí já possui toda a infraestrutura para receber tanto turistas de lazer, quanto de negócios, com pousadas, restaurantes, lojas, além de bares com música nas noites dos fins de semana.
 
DUPLICAÇÃO DA BA-099
A construção de um parque aquático na Costa de Sauípe, anunciada este ano, foi a oportunidade para o governador Rui Costa (PT) prometer a duplicação da BA-099 até lá, numa extensão de mais 30 quilômetros. A rodovia é mantida por meio de pedágio, via concessão do poder público. “A nossa expectativa é que daqui a dois anos, quando esses empreendimentos estiverem sendo inaugurados, nós estaremos inaugurando também a duplicação da pista até Sauípe”, disse o governador em julho.
FOTO: O governador Rui Costa em evento de apresentação do parque aquático de Costa de Sauípe: mais 30 Km duplicados na BA-099.
 
Animado, Fausto Franco disse que o novo investimento em Costa do Sauípe é um divisor de águas para o Litoral Norte: “a construção de um parque aquático vai gerar emprego e renda para o nosso estado e tornar a Bahia ainda mais preponderante no Brasil e no mundo”.
 
Diretor do Aviva, grupo responsável pelo novo empreendimento, Flávio Monteiro disse na apresentação do projeto que haverá “mais novidade para os próximos anos, até 2020”, sendo a maior delas o parque aquático, previsto para daqui a dois anos e que será “o momento de virada da história de Sauípe”.
 
De acordo com o governador, “em parceria com empresas aéreas, especialmente a TAP e outra empresa espanhola”, seria realizado um trabalho com foco na atração de turistas de três países específicos: Portugal, Espanha e Itália. Novo aeroporto, contudo, em julho Rui Costa só mencionou o de Porto Seguro. “Também estamos finalizando o processo de parceria público-privado no novo aeroporto em Porto Seguro, de padrão internacional, feito por um grupo alemão que já apresentou uma proposta de investimento”, afirmou.

 

Publicidade
Vilas Magazine© 2013. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por: Webd2 - Desenvolvimento Web