Vilas Magazine
Lauro de Freitas
+26°C

Máx +29°

Mín +25°

Dom, 02.02.2014

Prefeitura lista obras do governo estadual na cidade

Redação Vilas Magazine - Em 01/02/2020

Moema Gramacho observa mapa de obras de Lauro de Freitas: ponto da situação
 
A macrodrenagem do rio Ipitanga – mais conhecida como a obra dos piscinões –, os novos apartamentos populares destinados à realocação de moradores afetados pela obra, o sistema de esgotamento sanitário, a finalização da estrada da Quigoma e a licitação do sistema de transportes metropolitanos e municipais estiveram em pauta em janeiro, durante reunião entre a prefeita Moema Gramacho (PT) e o secretário Nelson Pelegrino, de Desenvolvimento Urbano.
 
Estiveram presentes também Sérgio de Oliveira, presidente da Conder e representantes da Embasa, para tratar de assuntos relacionados às obras que o governo do Estado executa atualmente na cidade.
 
O primeiro dos seis reservatórios de captação de água de chuva – os piscinões – localizado entre a Estação Aeroporto do metrô e o Fazendão, no Jardim das Margaridas, está quase pronto. De acordo com a prefeita, um segundo, atrás do Restaurante Popular de Lauro de Freitas, no Centro, será concluído ainda no primeiro semestre deste ano.
 
Os piscinões serão também áreas de lazer para a população nos períodos em que o volume pluviométrico não exceder a capacidade de escoamento dos rios da cidade. Também em relação à obra de macrodrenagem, foram discutidos os 890 apartamentos que estão prontos desde outubro de 2018, no bairro do Jambeiro. A prefeita vinha cobrando a liberação do Governo Federal para que as unidades pudessem ser ocupadas.
 
A prefeitura quer agora uma quantidade maior de unidades habitacionais, em função das últimas enchentes e do alto número de bolsas-aluguel que mantém. Mais 500 unidades deverão ser concluídas em março.
 
ÁGUA E ESGOTO
Segundo a prefeitura, o abastecimento de água em Lauro de Freitas, executado pela Embasa, já tem investimentos contratados para os próximos 20 anos. Mas a obra de esgotamento sanitário, que agora promete atender 80% da população até 2023, ainda depende da captação de recursos para atender o restante da população. Esses outros 20% já teriam projeto pronto. 
 
Ainda segundo a prefeita, o Governo do Estado voltou a se comprometer com obras de recuperação da avenida Santos Dumont, a Estrada do Coco, que hoje é municipal. Um estudo de viabilidade para duplicação da via Gerino de Souza Filho também foi solicitado pela prefeita, assim como maior divulgação da Via Metropolitana. Destinada a retirar da cidade o trânsito de passagem entre Salvador e o Litoral Norte, a via continua subutilizada.
 
Outra obra viária, esta ainda à espera de conclusão, é a da Estrada do Quingoma, paralisada devido a problemas com a empresa executora. Segundo a Conder, responsável pela obra, uma nova ordem de serviço já foi expedida – e a empreitada está sendo relicitada. Moema Gramacho aproveitou a reunião para pedir ao governo que mais um trecho da obra, nas proximidades da creche Irmã Terezinha, seja incluído no escopo.

 

Publicidade
Vilas Magazine© 2013. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por: Webd2 - Desenvolvimento Web