Vilas Magazine
Lauro de Freitas
+26°C

Máx +29°

Mín +25°

Dom, 02.02.2014

Moema: “A vida jamais será a mesma depois dessa pandemia e nossa preocupação central é garantir a vida”

Redação Vilas Magazine - Em 17/04/2020

Em entrevista coletiva realizada na manhã desta sexta-feira, 17, a prefeita Moema Gramacho atualizou as informações acerca dos casos de coronavírus e não descartou a possibilidade de renovação dos decretos que estabelecem as restrições sociais na cidade. Em Lauro de Freitas, dos 371 casos suspeitos, 169 foram negativados, 14 ainda aguardam resultado, e dos 28 confirmados como positivo, 9 estão curados, mas foi confirmada nesta manhã o quarto óbito. 

 

Os decretos municipais, em vigor desde o dia 17/03, estabelecem desde o fechamento de escolas, academias, shoppings, e quaisquer estabelecimentos comerciais que provoquem aglomeração de pessoas, à normas de funcionamento para que os serviços considerados como essenciais continuarem em operação. 

 

Moema destacou que apesar da vasta informação que a mídia disponibiliza sobre o assunto, o endurecimento da fiscalização, que no último dia 9/04 percorreu 119 estabelecimentos comerciais da cidade, foi necessário pois as pessoas continuam circulando por Lauro de Freitas. “A fiscalização está nas ruas, garantindo que os decretos sejam cumprindos. O comércio não pode abrir, sabemos que é um momento difícil, aqueles que puderem passem a atender por delivery, e as empresas que estão abertas, de serviços essenciais, precisam garantir as condições de trabalho, com máscaras para todos os funcionários”.

 

Questionada por um munícipe sobre a possibilidade de afrouxamento do isolamento social, Moema reforçou o que vem afirmando nas últimas coletivas: “A vida jamais será a mesma depois dessa pandemia e nossa preocupação central é garantir a vida. Nossos decretos foram prorrogados até o dia 30 de abril, e na última semana do mês iremos nos reunir para tomar as próximas providências, sendo muito provável uma nova prorrogação”, afirmou.

 

Os casos positivos estão distribuídos pelos bairros de Vilas do Atlântico (4), Centro (4), Caji Picuaia (4), Itinga (4), Buraquinho (3), Estrada do Coco (3), Ipitanga (3), Vida Nova (1), Aracui (1), e Jockey Clube (1). 

 

Hotel Malibu

Durante a coletiva a prefeita aproveitou ainda para falar sobre a parceria entre Governo do Estado e o Hotel Malibu, localizado em Vilas do Atlântico, para a quarentena de profissionais de saúde positivados para o Covid-19. Como destacamos, o técnico de enfermagem Gérson Bonfim, 52 anos, foi o primeiro profissional levado para o hotel, no dia 7/04.

 

Em coletiva de imprensa realizada no dia 9/04, Moema se posicionou contrária ao uso do Hotel Malibu, por entender que o espaço, por ser um hotel, não oferece as melhores condições para a recuperação, frisando ter externado esta opinião ao governador Rui Costa, e sugerido outros locais, alguns foram de Lauro de Freitas, para que o acolhimento pudesse acontecer sem nenhum risco, porém não obteve resposta. 

 

No dia 15/04, após visita ao local, a prefeitura solicitou, que num prazo de 48 horas, todos os profissionais mantidos em quarentena no hotel fossem realocados para outro local, tendo por base a prerrogativa de lei de que com alvará de hotelaria e turismo o mesmo não pode manter ninguém em isolamento.

 

“Desde que recebi a notícia de que o Governo do Estado havia fechado a parceria com o Hotel Malibu para receber profissionais de saúde em quarentena do Covid-19, sempre deixe claro que acho uma iniciativa louvável, mas que não concordo com a escolha do Hotel Malibu, não por pressão da associação de Vilas do Atlântico, mas por entender que não é o melhor lugar, sobretudo para quem está em quarentena. Sugerimos outros locais, não tivemos resposta do governo, e depois de uma fiscalização e análise dos documentos e lei, percebemos que, por sua definição de empresa de hotel e turismo, o Malibu não pode ser usado para a finalidade de isolamento”, afirmou.

 

Ainda segundo Moema o secretário de saúde do estado, Fábio Vilas-Boas, confirmou a realocação para um hotel de Salvador, e agora a prefeitura aguarda que o Governo do Estado tome as providências.

 
Publicidade
Vilas Magazine© 2013. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por: Webd2 - Desenvolvimento Web