Vilas Magazine
Lauro de Freitas
+26°C

Máx +29°

Mín +25°

Dom, 02.02.2014

MÁSCARAS: Governo do Estado divulga catálogo com lista de fabricantes

Thiara Reges - Em 01/05/2020

 
O governo da Bahia divulgou dia 14 de abril, o resultado do edital que habilita associações, cooperativas, microempresas e empresas de todo o estado, a fabricar máscaras artesanais de proteção facial, para distribuição em larga escala para a população, medida que visa a contenção do contágio do novo coronavírus. No total, 603 empreendimentos foram cadastrados, reunindo um potencial de produção de 9 milhões de máscaras em 30 dias.
 
Em Lauro de Freitas estão habilitadas seis associações e cooperativas, 17 microempresas e seis empresas, totalizando 294 máquinas em operação e 214 costureiros.
 
A Coopercentral, em Itinga, já está em ritmo de produção. Débora Rodrigues, presidente da cooperativa, destaca que a metodologia de trabalho segue os critérios para respeitar o isolamento social. “Temos 63 costureiras, distribuídas pelos bairros de Lauro de Freitas e Salvador, dedicadas à produção de máscaras. Existem vários subgrupos de trabalho, as costureiras que faz em parte do grupo de risco, estão em suas casas, e conseguem produzir em média 200 máscaras por dia. Outras optaram por formar grupos de quatro pessoas, assim cada uma assume uma etapa do processo, e a produção é maior, chegando a três mil máscaras por dia”.
 
Atuando diretamente na economia solidária, Débora destaca que a maioria das cooperadas é chefe de família, e a atividade realizada junto à cooperativa é a única fonte de renda dessas mulheres. “ Essa ação do governo estadual foi de extrema importância para essas famílias. São mulheres que trabalham principalmente com artesanato, e que neste momento não conseguem vender suas peças pois as feiras e eventos foram cancelados”, conta.
 
Seguindo os critérios do edital, os fabricantes recebem R$ 1,00 por cada máscara, e, no caso da cooperativa, Débora frisa que o repasse é de R$ 0,65 a R$ 0,70 por máscara, para cada costureira, já abatido os custos operacionais.
 
Manuella Martins e Erica Pessoa fazem parte do grupo de microempreendedores que também estão habilitadas no edital, porém nenhuma das duas recebeu até o momento demandas vindas diretamente do governo estadual. Ambas seguem em produção própria, um média de 200 máscaras por dia, tentando garantir o funcionamento de suas empresas.
 
Manuella destaca que como o governo do Estado vai priorizar as associações e cooperativas, ela espera que a divulgação do catálogo de fabricantes ajude no fechamento de contratos com empresas privadas. “A demanda de máscaras existe, mas hoje já tem muitas pessoas produzindo, inclusive informais. Seguimos com as vendas, a saída é rápida, mas o fechamento de vendas maiores é importante para que eu consiga manter todos os funcionários”.
FOTOS: 1. Débora Rodrigues 2. Manuella Martins 3. Erica Pessoa
 
Essa também é a luta de Diego Brito. Ele é dono de uma empresa, uma das seis selecionadas no edital, que produz normalmente uniformes. Desde abril precisou se reinventar, aproveitando o seu maquinário para fabricar as máscaras, que hoje distribui para outras empresas.
 
“Tivemos que nos reinventar, comprar tecido e produzir máscaras. Graças a isso, estamos conseguindo manter o quadro de funcionários. Mas não sei até quando, a concorrência está grande, todos estão produzindo e está barateando muito”.
 
CATÁLOGO ELETRÔNICO
A habilitação dos fabricantes das máscaras foi realizada pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa pública vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), que promoveu o edital em parceria com as secretarias do Planejamento (Seplan) e de Desenvolvimento Econômico (SDE). A partir do resultado do edital, a CAR publicou um catálogo eletrônico com o nome do empreendimento, sua localização, contato comercial e potencial produtivo.
 
De acordo com o diretor- presidente da CAR, Wilson Dias, com o catálogo em circulação, a expectativa é que os processos de produção de máscaras sejam mais facilitados e rápidos. “O objetivo do edital é identificar essa rede de ofertantes, e, com o catálogo, aproximar de forma dinâmica, como o momento emergencial requer, os potenciais fornecedores dos contratantes”, destaca.
 
As instituições habilitadas poderão ser contratadas por diversos órgãos e secretarias do governo, tanto para confeccionar as máscaras, com insumos providos pelo próprio Estado (tecidos, TNT, elástico e linha), obtidos de doações de empresas, clubes e outras instituições privadas, adquiridas no atacado, ou não, com todo material de responsabilidade das próprias instituições habilitadas.
 
 
ENTIDADES INSCRITAS E HABILITADAS NO EDITAL ESPECIAL PARA FABRICAÇÃO DE MÁSCARAS ARTESANAIS
ASSOCIAÇÕES E COOPERATIVAS
- Associação Comunitária de Vida Nova: Rua Marta Aguiar. Vida Nova. Tel.: (71) 9-8775-3003
- Associação São Jorge Filho da Gomeia: Rua Queira Deus, 78. Portão. Tel.: (71) 9-9162-3059
- Coopercentral: Rua Artur Barbosa, Loteamento Jardim Cidade Nova. Itinga. Tel.: (71) 9637-5396
- Dirlene Cunha Vieira: Rua José Henrique Requião. Tel.: (71) 9-4293-1456
- Érica Jane Cerqueira de Jesus: Rua Deputado Jose Armando. Tel.: (71) 9-8869-8110
- itj Modas: Av. Amarilio Thiago dos Santos. Centro. Tel.: (71) 9-9668-3548
 
MICROEMPRESAS
- A. Almeida de Almeida: Rua Priscila Dutra, 268. Buraquinho. Tel.: (71) 98717-1954
- Alinhavo Ind. e Comercio Ltda Me: Rua Jovino Nunes Pereira, 412. Tel.: (71) 99410-7779
- Ancora e Flores Consultoria e Assessoria: Rua Vereador Jone Kiss. Tel.: (71) 98753-1244
- Andrea Augusta Menezes de Melo MEI: Rua dos Vereadores, 349. Tel.: (71) 98174-5408
- Costura Fina Confecções Comercio e Serviços Ltda: Av Santos Dumont, 6216. Tel.: (71) 99347-0060
- Jose Savio Teles Ponte Me: Av Santos Dumont, 6216. Portão. Tel.: (71) 99919-4913
- Manuella Martins Macedo Me: Av. Brig. Mario Epinghaus, 329, Loja 17. Centro. Tel.: (71) 99611-9272
- Margarida Santiago de Oliveira Santana: Rua Milagres. Tel.: (71) 98284-0850
- Monique Marinho do Amaral: Rua Cezar A. Pedreira, 14. Tel.: (71) 98852-8684
- Navila Leal da Paz Araújo: Rua Noêmia M. Paranhos. Tel.: (71) 99334-3440
- Regina Patrícia Costa Morelli: Rua Jaime da Silva Nery, 112. Centro. Tel.: (71) 99953-4678
- Rene Pinheiro: Av. Luiz Tarquínio Pontes. Tel.: (71) 99630-7887
- RM Confecções: Av. Brigadeiro Mário Epingaus, 52. Centro. Tel.: (71) 99119-7994
- Rosa Menina Confecções Eireli: Av. Pref. Celso Alves Pinheiro da Silva, 185. Centro. Tel.: (71) 3051-3682
- RS Rachel: Av. Praia de Itapoan, 514. Shopping Terrazzo Vilas, loja 7. Vilas do Atlântico. Tel.: (71) 99295-0048
- Sofi Sofi Ateliê: 1ª Travessa do Progresso. Tel.: (71) 99608-1971
- Tainara dos Santos Nascimento: Rua Porto da Barra. Tel.: (71) 99109-9749
 
EMPRESAS
- Abiatar Indústria e Com. de Confecções Eirelli: Rua Dr. Gerino de Souza Filho. Tel.: (71) 9-9346-8866
- JSSN Comércio de Calçados e Assessórios Eireli: Rua Itagiba. Tel.: (71) 9-9978-3862
- Maricota Indústria e Comércio Ltda: Av. Luiz Tarquinio Pontes, 2653. Tel.: (71) 99311-0002
- MCC Confecções e Comércio Eireli: Rua Joao Chagas Ortis de Freitas, 607. Miragem. Tel.: (71) 99197-3088
- Rafaela Passos Francisco dos Santos: Rua 2 de Fevereiro, 183. Centro. Tel.: (71) 98111-3894
- Top Store Comércio Ltda: Rua Praia de Arembepe. Ed. Emp. Vip, salas 201/203. Tel.: (71) 3508-1380

 

Publicidade
Vilas Magazine© 2013. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por: Webd2 - Desenvolvimento Web