Vilas Magazine
Lauro de Freitas
+26°C

Máx +29°

Mín +25°

Dom, 02.02.2014

Lições de cidadania, civismo e cuidados com o meio ambiente

Moreno Sesti, com supervisão de Thiara Reges - Em 01/09/2021

Amar o mar! Para alguns uma relação que parece até poesia: o banho salgado para começar ou terminar bem o dia, o local de encontro com amigos e a contemplação da beleza natural. Mas, para o grupo de Escoteiros do Mar Almirante Barroso, essa conexão vai muito além.

Atuando em Lauro de Freitas há cerca de três anos, o grupo desenvolve um trabalho educacional voluntário com crianças e adolescentes, voltado para a vida marítima, desde noções de sobrevivência para a vida em barcos e em pescarias, acampar na natureza, limpar praias e cuidar do meio ambiente.

Foi a Marinha quem trouxe essa vertente do escotismo para o Brasil, em 1910. A principal diferença para as demais modalidades de escotismo está no fato das atividades desta serem realizadas em ambiente onde as águas sejam predominantes e permitam desenvolver o gosto pelas artes e técnicas de navegação, pelo estudo da oceanografia, pelos esportes náuticos, entre outros.

Marco Antônio, comandante e um dos fundadores do grupo na região, destaca que todas as atividades, sejam práticas ou teóricas, são elaboradas com o objetivo de aprimorar os valores essenciais para a vida em sociedade. “Um dos grandes benefícios de ser escoteiro é o aprendizado de valores morais, como respeito, honestidade, educação, cordialidade, disciplina e lealdade”.

Com 50 anos de vida dedicados ao escotismo, Marco Antônio acredita que o mais importante é que todo esse aprendizado acontece de forma espontânea e com muita diversão. “Para as crianças, principalmente as menores, tudo faz parte de uma gostosa brincadeira cheia de aventuras junto à natureza. Porém, durante as atividades dos escoteiros, é trabalhada a construção do caráter desse jovem, algo que será levado para sua vida toda”, concluiu.

Com a flexibilização das atividades econômicas, o grupo, com sede no Villas Tênis Clube, já pode retomar os encontros presenciais, respeitando todos os protocolos de segurança. Marcelo Vargas, um dos organizadores do grupo, frisa que essa é uma oportunidade de proporcionar socialização às crianças e jovens, de forma segura, divertida e antenada com o futuro. “Esperamos ver mais jovens trilhando esse caminho, que é um caminho de cidadania e contribuição com os valores sociais. Nós vemos aqui jovens se divertindo e reforçando valores morais. É muito gratificante ver a evolução deles ao longo das atividades”, concluiu.

Publicidade
Vilas Magazine© 2013. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por: Webd2 - Desenvolvimento Web