Aplicativo de transporte exclusivo para mulheres entra em operação em Lauro de Freitas

0
200
aplicativo so com mulheres motoristas e passageiras

Começou a operar em março, em Lauro de Freitas, o aplicativo Chama Ela Driver Bahia, mais uma opção de serviço de motoristas por aplicativo, onde condutores e passageiras são do sexo feminino.

A modalidade vem crescendo no país e não é por acaso. O número de casos de assédios registrados, sem contar com o elevado índice de subnotificações, seja dos motoristas com as passageiras, como também de passageiros com as motoristas, têm estimulado a busca pelo serviço especializado, como forma de garantir mais segurança durante um deslocamento. 

Naziosete Elba Vieira é motorista de aplicativo há dois anos. Ela conta que neste período já passou por diferentes situações, desde um passageiro que a convidou para beber algo em seu apartamento, até um mais direto, que “chamou para sair, na cara dura”.

Ela é uma das 15 mulheres de Lauro de Freitas que se cadastraram para trabalhar no Chama Ela Driver Bahia. Mas apesar da sensação de segurança ao pegar corridas apenas com mulheres, Elba destaca que continua trabalhando também com os apps que atendem ambos os sexos, visto que a demanda só para mulheres ainda é baixa.

“Acredito que aplicativos só para mulheres são uma oportunidade de encorajar outras mulheres a usarem o serviço, mesmo estando sem companhia”, destacou.

Segundo Natalice Califano, CEO da Chama Ela Driver Bahia, mais de 200 mulheres já se cadastraram como usuárias do serviço em Lauro de Freitas. Com operação em diferentes cidades do Brasil, ela conta que a resposta está sendo positiva, o que ressalta a importância de mais serviços pensados na segurança do público feminino.

“As mulheres estão expostas a várias situações de insegurança quando estão no volante, tanto por corridas em locais perigosos, cantadas desagradáveis, insinuações, às vezes mais de um homem na mesma corrida. Isso sem falar nas piadinhas sobre a maneira como dirigem. Com tudo isso, a proposta do Chama Ela Driver Bahia é ajudar a combater os casos de assédio e também, empoderar mulheres que querem e precisam trabalhar”, concluiu.

Rosana Mydori Uema (na foto), já aposentada, está trabalhando pela primeira vez como motorista de aplicativo, exclusivamente no Chama Elas Driver Bahia, como uma fonte de renda complementar, de forma segura. “Com o aplicativo só para mulheres, estou me sentindo mais segura e creio que podemos dar essa segurança também para as mães, estudantes, trabalhadoras em geral e também para mulheres que saem para se divertir, se sentir tranquilas sem o receio de passarem por nenhum constrangimento”, pontuou.

SERVIÇO: Para se cadastrar no Chama Elas Driver Bahia, motorista ou passageira, acesse o link no perfil do instagram @chamaelasbahia.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui