Chega de tanto abandono: Lauro de Freitas não merece o tratamento que recebe da gestão municipal

1
306

A situação de Lauro de Freitas é preocupante e exige especial atenção. A orla, por exemplo, que deveria ser um ponto turístico e de lazer para moradores e visitantes, sofre com diversos problemas que comprometem a experiência especialmente de quem visita. O acúmulo de lixo é uma realidade visível e alarmante. Além disso, o calçadão danificado por inúmeros buracos representa um risco à segurança e mobilidade dos pedestres, necessitando de reparos imediatos.

A presença desordenada de ambulantes agrava ainda mais a situação na orla, é preciso cadastrar essas pessoas para que trabalhem em um ambiente limpo e seguro sob total acompanhamento do poder público. A ausência de estrutura adequada para os salva-vidas é igualmente preocupante, comprometendo a segurança daqueles que frequentam as praias. 

Além da orla, é fundamental que haja investimentos em toda a cidade e não apenas em redutos isolados, atendendo interesses de políticos da região. A distribuição equitativa de recursos é essencial para o desenvolvimento e bem-estar de todos os moradores.

Vilas do Atlântico, por exemplo, tem (acredito) o IPTU mais caro de Lauro de Freitas. Esse imposto deveria garantir um retorno adequado para os moradores, mas isso não acontece. Ruas cheias de buracos, iluminação pública precária, problemas na coleta de lixo e muito mais. Para onde vai todo esse dinheiro arrecadado do IPTU?

É evidente a carência de gestores responsáveis e com capacidade técnica para administrar a cidade. A falta de planejamento e execução de políticas públicas eficientes contribui para o cenário caótico de Lauro de Freitas, especialmente a orla. Urge a necessidade de uma gestão comprometida com a preservação ambiental, a infraestrutura urbana e o ordenamento dos espaços públicos.

Portanto, é fundamental que as autoridades competentes atentem para essas questões, visando garantir um ambiente saudável, seguro e atrativo para todos. A população merece desfrutar de espaços públicos bem cuidados e planejados, refletindo o compromisso das lideranças locais com a qualidade de vida da comunidade.

Além disso, é imprescindível que a orla seja estruturada para receber visitantes e turistas, especialmente as praias de Vilas do Atlântico e Buraquinho, reconhecidas como das mais belas da região. A falta de infraestrutura e manutenção adequada compromete o potencial turístico da área, impactando negativamente a economia local e a imagem do município como destino turístico.

Investimentos em infraestrutura turística, como quiosques, banheiros públicos, áreas de convivência, iluminação e segurança, são essenciais para promover o desenvolvimento sustentável do turismo na região. Dessa forma, uma gestão responsável para Lauro de Freitas deve incluir no planejamento a execução de projetos que visem não apenas à resolução dos problemas existentes, mas também à promoção do turismo sustentável e o fortalecimento da imagem do município como um destino acolhedor e atrativo para moradores e visitantes.

Gustavo Ferraz, advogado e morador de Vilas do Atlântico.

1 COMENTÁRIO

  1. Com referência a nota do Morador Gustavo Ferraz, corroboro com as informações ali contidas, fazendo um adendo para incluir o descaso em relação à Rua Praia de Penha onde temos a dificuldade de tráfego devido a inúmeros buracos e postes de luzes apagadas.
    Kleber Matutino
    Rua Praia da Penha, 207

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui