Cidadania consciente 

0
1011

(“Nosso protagonismo em ano eleitoral”, artigo do jornalista Hendrik Aquino, publicado na edição de janeiro).

– Prezado Hendrik, sugestões como estas precisam ser divulgadas. Há muitos ausentes da política, a ética e o compromisso dos políticos em atender as necessidades das comunidades, é urgente que o cidadão/eleitor tenha consciência de que seu voto será capaz de trazer de volta a ética a política e trazer de volta o político cidadão comprometido em servir ao povo e às comunidades. Se a política não leva ao céu, a ausência dela leva ao pior dos infernos. Chega de pessoas exercendo cargos públicos para atender unicamente seus interesses pessoais e suas ambições políticas e patrimoniais. O povo é só o instrumento para atender suas ambições. Fernando Borba, presidente da Oscip Rio Limpo (oscipriolimpo@gmail.com)

– Realmente também concordo que precisamos nos mobilizar o mais rápido possível para discutirmos sobre o que podemos fazer para mudar este cenário desastroso que se encontra Lauro de Freitas. Maria da Glória.

– “Artigo muito bem escrito, bem de acordo com as aspirações da população tão sofrida, combatendo um ‘ciclo vicioso’ em várias gestões, nomeando ‘apadrinhados’ que não têm a mínima condição de entregar o que foi contratado. Parabéns por resumir tão bem o problema a ser enfrentado e apontar soluções.” Dalmo Lemos.
– Excelente artigo, nós, comunidade civil, temos que nos unir e mudar, as eleições municipais já estão aí, unidos vamos colocar uma nova gestão, uma gestão que trabalhe junto com a comunidade e poderemos melhorar nossa, cidade, bairro e rua! Temos muito a fazer, vamos para cima! Eduardo Maia Perez.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui