Coletores de lixo criam biblioteca comunitária com milhares de livros encontrados nas ruas

0
544
bons exemplos

Na cidade de Ancara, capital da Turquia, um grupo de coletores de lixo se uniu para abrir uma biblioteca pública com os livros coletados ao longo de sete meses limpando as ruas da região. A ideia de criar a biblioteca pública veio do coletor Serhat, de 32 anos, que resolveu guardar os livros que encontrava. Seu sonho sempre foi montar uma biblioteca, ou em casa ou de uso público. Seus colegas ficaram comovidos com a sua dedicação e passaram a recolher os livros também, até formar um acervo interno para os trabalhadores.

Nos meses seguintes, os coletores continuaram ampliando o acervo e já passaram a pensar na possibilidade de criar uma biblioteca comunitária para eles e suas famílias. Com o tempo, o espaço cresceu tanto que os trabalhadores resolveram entrar em contato com o prefeito da cidade, pedindo ajuda para levar os livros até um local onde toda a comunidade poderia ter acesso.

A Prefeitura então disponibilizou um espaço no bairro Çsankaya que estava fechado há mais de vinte anos. Depois disso, os próprios moradores passaram a doar livros, catálogos e revistas. Ao todo, mais de seis mil livros foram catalogados.

Texto de Isabela Alves, extraído do site Observatório do Terceiro Setor (https://observatorio3setor.org.br), agência brasileira de conteúdo multimídia com foco nas temáticas sociais e nos direitos humanos, no que o mundo precisa com urgência. Reúne plataformas de rádio e digitais para divulgar as boas práticas das organizações da sociedade civil.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui