domingo, junho 26, 2022
spot_imgspot_img
InícioDestaque PrincipalComunidade de Busca Vida promove mutirão e recolhe mais de 1.4 t...

Comunidade de Busca Vida promove mutirão e recolhe mais de 1.4 t de lixo na praia

Moradores do Condomínio Busca Vida, em Camaçari, e voluntários da comunidade local do seu entorno, se reuniram no dia 15 de maio, para um mutirão de limpeza, num exemplo de cidadania e cuidado com o meio ambiente. Com o nome de ‘Limpa Busca Vida’, o mutirão teve por objetivo recolher da faixa de areia parte do lixo deixado por banhistas e também os detritos trazidos pela maré após as fortes chuvas do início do mês, situação potencializada pela abertura das comportas da barragem Joanes 2, no município de Mata de São João. Após uma manhã de trabalho, cerca de 1.400 kg de lixo foram retirados da praia, sendo encaminhados para reciclagem.

Moradores de Busca Vida se organizam para limpeza de praia

O projeto foi mais uma iniciativa da Associação de Surf do Condomínio Busca Vida e aconteceu em parceria com a administração e a Comissão de Meio Ambiente do condomínio. A ação do dia 15 contou também com a adesão de parceiros do comércio local como Braseiro do Juba, BuscAçaí, Mr. White Art Design, Ö ko Geração, Posto Ecovida, salões His & Hers Busca Vida e Maria Ricca.

Moradores de Busca Vida pedem mais empenho de gestão pública

Foram coletados plásticos de todos os tipos, embalagens, copos, brinquedos, utensílios domésticos e até resíduo hospitalar, como seringas, ampolas de soro e tubetes. Após triagem, todo o material foi encaminhado para Ong ‘s que trabalham com a correta destinação, a exemplo da Tampet, que recolhe e vende lacres de latinhas e tampas de garrafas, e todo dinheiro é usado na castração animal.

“Busca Vida tem uma comissão ambiental há dois anos e foi consenso de que deveríamos realizar essa ação com urgência, para coincidir com a data de lua cheia por conta da maré. Hoje reunimos mais de cinquenta pessoas nessa ação de limpeza da praia”, disse o engenheiro e coordenador ambientalista do CBV, Eduardo Cesana.

Além de agregar moradores do condomínio e também do entorno na causa, o grupo protocolou um pedido de apoio junto ao Poder Público de Camaçari, para que seja realizado um trabalho de recuperação do ecossistema da região. De acordo com a administração do CBV, a área necessita de tratores para a retirada de resíduos e vegetação morta (baronesa) que estão espalhados por mais de 5 km de praia, contêineres para recolhimento e caçambas específicas para a limpeza, manuseadas de forma profissional, como forma de não agredir ainda mais o meio ambiente. “Temos encontrado material como copos, guardanapos, pedaços plásticos grandes, brinquedos, carrinhos e até resíduo hospitalar. Esta ação requer a participação do poder público”, completou. 

Além do desrespeito de alguns banhistas, a praia acumulou muitos resíduos, levados pela enxurrada até a foz do Rio Joanes, entre as praias de Buraquinho (Lauro de Freitas) e Busca Vida (Camaçari), após as fortes chuvas do início do mês de maio. Vale lembrar que no período ocorreu também a abertura das comportas da barragem Joanes 2, quando atingiram nível de alerta, no município de Mata de São João, o que contribuiu para o excesso de lixo no rio e na praia.

Além de toda essa poluição e do perigo aos moradores da comunidade e banhistas, o desastre ambiental é maior ainda para as tartarugas marinhas e outras espécies que usam a região como berçário natural.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- P u b l i c i d a d e -
Google search engine

EM ALTA

COMENTÁRIOS RECENTES