O candidato a prefeito perfeito

0
567
colunista para a vilas magazine

Estamos a menos de cinco meses do início da campanha eleitoral. Ao que tudo indica, até o final do mês, muito estará definido e posto para a população, então saberemos quem serão os personagens que vamos escolher para os cargos de prefeito e vereadores. Enquanto a base da atual gestão e oposição da cidade definem seus nomes, paramos para refletir sobre quais serão os desafios desses candidatos nas próximas eleições.

O escolhido de Moema Gramacho tem o desafio de suceder a prefeita, eleita pela população de Lauro de Freitas por 4 vezes como gestora. Moema sozinha conta com 16 anos de governo (2005 a 2012 e 2017 a 2024). Enquanto o grupo comandado pelo deputado federal João Leão teve a oportunidade de governar a cidade por 20 anos, contando com a gestão dele (1989 a 1992), Otávio Pimentel (1993 a 1996), Roberto Muniz (1997 a 2000), Marcelo Abreu (2001 a 2004) e Dr. Márcio Paiva (2013 a 2016).

O próximo gestor precisa resolver os problemas que a cidade enfrenta por causa do crescimento desenfreado. A população hoje passa de 200 mil moradores. No censo de 2022, Lauro de Freitas ocupou o posto de cidade mais povoada da Bahia. São 3.509,27 habitantes por quilômetro quadrados. A cidade, como todos sabem, é dividida pela BA-099 (Estrada do Coco), duas realidades distintas a separa, o que exige um grande jogo de cintura do próximo prefeito.

Tem um projeto engavetado da via expressa, que ligaria o acesso da Estrada do Coco à praia de Ipitanga. Desde 2004, quando a via foi inaugurada por Marcelo Abreu, a obra ficou na metade do caminho e só leva até ao centro atrás do CEEPTIC (Centro Estadual de Educação Profissional em Tecnologia, Informação e Comunicação de Lauro de Freitas).

O Governo do estado, através da Conder, já iniciou o projeto para a duplicação da rua Gerino de Souza Filho (Estrada do Trabalhador), que vai do Aeroporto até o bambuzal do Caji, interligando com a Via Metropolitana.

Outra questão que precisa ser pensada e discutida é a extensão do metrô até ao Parque Shopping ou até mesmo ao terminal de Portão. O que desafogaria o principal gargalo do trânsito que é a Estrada do Coco.

O próximo gestor precisa ter um olhar mais atencioso para a orla e cuidar melhor dos seis quilômetros de praia, com grande potencial turístico, para gerar mais renda e emprego aos seus moradores. O candidato precisará saber conversar com a população do bairro de Itinga, onde se concentra quase metade dos eleitores. Porém, mesmo não tendo a mesma concentração de votos, precisará entender as realidades de todos os 19 bairros da cidade com suas mais distintas demandas.

Independente de quem seja o escolhido pela população – você, eu ou qualquer outra pessoa – a partir do dia 1º de janeiro de 2025 uma coisa é certa: muitos serão os desafios a serem enfrentados para o mandato que vai até o final de 2028. E o próximo prefeito precisará, acima de tudo, ser perfeito!

Paulo Maneira é jornalista, consultor político e comanda os podcasts Conjuntura Atual e Liga da Política.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui