terça-feira, agosto 9, 2022
Day Hospital Cof
InícioPet e CiaPesquisa revela aspectos desejados nas rações e aponta tendências na alimentação dos...

Pesquisa revela aspectos desejados nas rações e aponta tendências na alimentação dos animais

Os tutores brasileiros de pets valorizam cada vez mais a alimentação saudável para os animais de companhia. Essa é a principal constatação de pesquisa realizada pela Oterra, produtora global de corantes naturais para alimentos, bebidas e suplementos alimentares. A pesquisa Pet food – Care by colors foods, tem 800 entrevistados entre donos de gatos e cachorros no Brasil, México, Peru e Chile e constata que os valores nutricionais, volume de proteínas e aditivos estão entre as principais informações procuradas no momento de avaliar a compra dos produtos. A presença de frutas, vegetais e cereais também são itens desejados pelos tutores. Com 144 milhões de pets, o Brasil lidera o ranking de animais de estimação na América Latina.

O convívio com gatos e cachorros vem aumentando de forma consistente nos últimos anos e foi ainda mais impulsionado pela pandemia da Covid-19. Dados da Comissão de Animais de Companhia (COMAC) mostram que 30% dos pets do País foram adotados durante esse período e para 23% dos tutores foi a primeira decisão de adoção. Nesse contexto, o comportamento dos tutores apresentou algumas mudanças, refletindo no tipo de alimentação e na forma como é apresentada. Paralelamente, os cuidados adquiridos em meio ao isolamento social também se refletiram na forma de tratar os animais, com crescimento da procura por alimentos livres de substâncias indesejadas, como conservantes e ingredientes artificiais.

Segundo Stella Munhoz, gerente de marketing da Oterra para a América Latina, a demanda por produtos que imitam alimentos e guloseimas humanas está crescendo, principalmente, pelo fato de as pessoas quererem proporcionar “experiências de comidas reais” aos seus pets. Por isso, os aspectos visuais e cores são mais importantes do que nunca na alimentação dos animais.

“Mais da metade dos entrevistados, 53%, concordam que aspectos visuais são importantes. Além disso, 55% dizem que a cor do produto deve estar alinhada ao ingrediente. Por exemplo, se a ração é vermelha pode ser associada à carne e, por outro lado, o verde é relacionado ao espinafre ou outra verdura. Nesse sentido, fica claro que as pessoas associam intuitivamente pratos mais coloridos a alimentação mais nutritivas e sempre querem oferecer o melhor para seus animais”, explica Stella.

Um fato interessante é que existem estudos que mostram que os animais têm a visão de cores distintas dos humanos, e por isso, cores diferentes podem auxiliar para despertar o desejo dos pets. Na pesquisa da Oterra mostra que para rações secas, existe preferência dos tutores de tons escuros para vermelho e de tons claros para marrom, verde e laranja. Já para petiscos a preferência fica em tons claros para vermelho e laranja ou, no caso de tons escuros, para a cor marrom.

Ainda de acordo com a pesquisa, as pessoas estão começando a se atentar não só para as cores, mas com a procedência delas. No total, mais de 50% dos entrevistados acreditam que cores artificiais impactam negativamente a saúde dos animais de estimação. No Brasil, 83% dos consumidores disseram que preferem corantes naturais aos artificiais.

Atenção às embalagens

Prestar atenção na descrição dos ingredientes na embalagem pode ser o primeiro passo para uma alimentação mais saudável para o seu pet. Produtos com cenoura, urucum, cúrcuma, páprica, beterraba, cochonilha, caramelo, clorofila e carmim são opções naturais de corantes, por exemplo.

Do ponto de vista da nutrição, alimentos com poucos ingredientes e de fontes naturais, incluindo presença mais elevada de proteína indicam um bom produto. A humanização será cada vez mais vista, incluindo fatores atrelados ao estilo de vida e dieta como, por exemplo, o consumo de itens plant based, bem como sorvetes e cerveja para cães.

Se o mundo de alimentos e bebidas está se transformando, a alimentação dos pets segue a mesma tendência. Alimentos premium, clean label, fontes naturais e sustentabilidade são temas que permeiam a alimentação humana e dos animais.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- P u b l i c i d a d e -
Google search engine

EM ALTA

COMENTÁRIOS RECENTES