Voltamos a viver, em Lauro de Freitas, a indecisão do ano passado

0
283
colunista para a vilas magazine

Na cidade de Lauro de Freitas, a política parece estar andando na contramão. Enquanto as cidades vizinhas afunilam suas opções de voto para as eleições municipais e já iniciam as suas pré-campanhas, em Lauro a situação é bem diferente.

Do lado da oposição ao governo de Moema Gramacho (PT), o ex-vereador Mateus Reis (PSDB) segue caminhando pela cidade tentando viabilizar o seu projeto político para a prefeitura. Enquanto a vereadora Débora Régis (PDT) divide a sua pré-campanha com ataques à atual gestão e defesa do processo que corre no TSE, em Brasília.

O empresário Teobaldo Costa (União) “não diz que sim, nem que não” para a sua pré-candidatura e parece que tocar seu negócio, já que é empresário, será a sua opção. A ex-deputada Mirela Macedo (União) anda ausente da política de rua e até mesmo em suas redes sociais pouco se vê da vontade de sair candidata mais uma vez.

No Partido Progressista, quando tudo parecia que estava se definindo em torno do nome do deputado federal João Leão, aparece a indicação de Mauro Cardin, que foi candidato em 2020, pelo PTB na cidade.

Resumindo, a oposição são mais de 6 candidatos com a possibilidade de candidatura e nenhuma perspectiva de união em torno de um só nome.

A Prefeita Moema Gramacho, que cumpre seu quarto mandato, parece não ter trabalho na escolha de seu sucessor.

Dentro do Partido dos Trabalhadores estão colocados os nomes de Ailton Florêncio, Antônio Rosalvo, Lula Maciel e, para surpresa de muitos, a presidente da Câmara Municipal de Vereadores, Naide Brito. A presidente anunciou no Podcast Liga da Política ter o apoio dos seus colegas vereadores e colocou seu nome à disposição da escolha do grupo.

O Republicanos pode indicar ainda dois nomes: do vice-prefeito Vidigal Cafezeiros e do secretário de serviços públicos, Decinho. O secretário Augusto César (PP) parece estar de malas prontas para o partido Avante, de Ronaldo Carletto. E conta com a articulação do ex-deputado federal para conquistar a vaga de pré-candidato a prefeito na cidade.

Resumindo a situação, o grupo parece estar disperso com mais de 7 candidaturas postas na cidade. Contudo, nenhum deles duvida que quando um nome for definido todos marcharão juntos em torno do projeto de continuidade da gestão atual.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui