domingo, junho 26, 2022
spot_imgspot_img
InícioNotíciasNegócios e CiaNatal mais caro: Prévia aponta alta de 5,91% nos preços dos produtos...

Natal mais caro: Prévia aponta alta de 5,91% nos preços dos produtos natalinos

Mantendo a tendência que nosso bolso sentiu ao longo de 2021, o Natal será de muita pesquisa e adaptações para fazer a ceia caber no orçamento. Prévia do levantamento realizado pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas – Fipe, aponta alta nos preços dos produtos natalinos, a exemplo do tradicional panetone, que já registra alta de 25,96%.

Tomando por base o Índice de Preços ao Consumidor – IPC, no comparativo dos dados da segunda quadrissemana de dezembro de 2020 com outubro deste ano, a variação média da cesta de produtos de Natal foi de 5,91%, o que representa um aumento, em média, de R$ 18, passando de R$ 309,86 para R$ 328,17. Porém é importante ressaltar que produtos como pernil, lombo e chester ainda podem passar por reajustes, infelizmente, para mais.

Dentre os 15 produtos da cesta de Natal avaliados pela Fipe, estão também o filé mignon (+ 35,17%), morango (+25,35%), farofa (+13,45), a azeitona (+ 21,91%) e caixa de chocolate (+ 12,83%), todos com alta. Vinho tinto (- 4,29%), suco de laranja (- 4,58%) e o pernil suíno com osso (- 9,76%), apresentaram queda de preço no mês de outubro.

Apesar desse recuo nos preços dificilmente se manter, a carne suína poderá ser a opção mais econômica para a ceia, se comparada com produtos como o filé mignon e o bacalhau, também muito procurados no período.

Nos últimos 10 anos o valor da cesta de produtos natalinos praticamente dobrou: Em 2011 o levantamento feito pela Fundação Getúlio Vargas – FGV, apontava para uma média de R$ 171,65.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- P u b l i c i d a d e -
Google search engine

EM ALTA

COMENTÁRIOS RECENTES