Churrasco e vinho: aprenda a harmonizar sem erro

0
840
Churrasco e vinho combinam?

Para os entusiastas do churrasco e amantes de um bom vinho, não existe nada melhor do que combinar um bom corte de carne com o rótulo certo para harmonização. Essa combinação é bem famosa em países como Argentina e Uruguai, mas ainda pouco explorada no Brasil, embora o país tenha uma forte tradição na reunião de amigos e familiares para um churrasco de fim de semana.

O vinho tinto, principalmente, é uma bebida ideal para acompanhar os assados de churrasqueira, mas é possível ir além desta combinação, escolhendo um rótulo de vinho rosé, por exemplo, que traz uma refrescância que vai muito bem nos dias mais quentes.

O sommelier Eduardo Araújo indica três rótulos da exclusiva curadoria da importadora Cellar Vinhos, que são perfeitos para harmonizar sem erro e surpreender no próximo churrasco. Confira ao lado, as dicas do profissional.

=Domaine Alary “La Gerbaude” Côtes Du Rhône 2019

Domaine Alary “La Gerbaude” Côtes Du Rhône 2019: La Gebaude é um Côtes du Rhône feito de um blend de Grenache, Syrah e Carignan. Suas vinhas num terraço de calcário, argila e muitas pedras dão intensidade e textura mineral. Com notas gustativas de ervas frescas, amora, groselha, cassis e pimenta branca. “É perfeito para harmonizar com carnes grelhadas, incluindo cortes de porco e cordeiro”.

Fabien Jouves Haute (Côt) e de Fruit 2020

Fabien Jouves Haute (Côt) e de Fruit 2020: O Haute Côt (e) de Fruit é um Malbec vinificado em cachos inteiros e amadurecido em tanques de concreto e barricas durante 6 meses, produzido na região de Cahors, na França. Um vinho fresco e frutado com notas gustativas de fruta fresca, ameixas vermelhas, framboesas e notas florais. Harmoniza muito bem com carnes vermelhas assadas e hambúrgueres. “O clássico churrasco com Malbec, vindo da região de origem dessa clássica variedade”, comenta o especialista.

Clos Troteligotte Délit-K Rosé 2019

Clos Troteligotte Délit-K Rosé 2019: K-Délit Rosé é um Malbec de prensagem direta fermentado naturalmente e amadurecido em concreto sob as borras por 18 meses. Um Rosé com ótima estrutura, gastronômico, mas refrescante. “Para fugir do óbvio de tintos com carnes vermelhas e manter a tradição de bebidas refrescantes no churrasco, como caipirinhas e cervejas, indico um Rosé de Malbec com uma acidez de dar água na boca e um pouco mais de estrutura. Apesar dos tintos indicados terem um perfil mais leve, tenho gostado cada vez mais de ousar um pouco com brancos e rosés vibrantes para contrastar com a carne”.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui