domingo, junho 26, 2022
spot_imgspot_img
InícioDestaque PrincipalSaiba o que fazer se levarem o seu celular

Saiba o que fazer se levarem o seu celular

O roubo ou furto de celular pode deixar prejuízos maiores do que a perda do aparelho. Há casos em que os criminosos conseguem desbloquear o celular ou levá-lo já desbloqueado, o que permite transferência de alta quantia em dinheiro, além de compras, empréstimos e pagamentos de contas usando o nome da vítima.

Das cinco principais queixas do ranking do Banco Central, quatro são questões ligadas a falhas na segurança, no sigilo e na legitimidade das transações. Somente no quarto trimestre de 2021, foram 7.019 reclamações do tipo, de um total de 18.681 queixas recebidas pela instituição, conforme os dados mais recentes disponíveis.

As queixas envolvem situações como as de compras no cartão de crédito sem autorização do cliente, demora para devolver valores pagos indevidamente, resgate de investimentos sem autorização e transações não reconhecidas no internet banking.

A ação dos criminosos é facilitada quando conseguem levar o aparelho desbloqueado: da vítima que digita uma mensagem ou atende uma ligação na rua, por exemplo, ou que segue um aplicativo ao dirigir.

Mas também há situações em que os criminosos conseguem desbloquear o aparelho. Esse tipo de crime segue trazendo estragos financeiros às vítimas.

Especialista em segurança na internet, Cristian Souza, professor do Idesp (Instituto Daryus de Ensino Superior Paulista) e consultor em cibersegurança da Daryus Consultoria, diz que, quanto antes o cidadão que for vítima de roubo ou furto agir, mais rapidamente consegue evitar que um prejuízo maior ocorra.

“É preciso desabilitar todos os usuários conectados. Isso é feito a distância, em um computador ou outro celular. O sistema vai perguntar se você quer desconectar todos os dispositivos, diga que sim”, ensina. Para isso, é bom ter anotados os aplicativos instalados, como Gmail, WhatsApp, Instagram e Facebook.

Outra forma de se proteger é apagar todos os aplicativos ou dados. “Se você conseguir apagar todos os dados a tempo, antes que a pessoa consiga liberar o aparelho ou alterar sua senha, estará protegido”, diz Souza.

Avise também amigos e familiares, para que não sejam enganados por alguém que tenta se passar por você.

O que faz assim que seu celular foi roubado

  • Apague dados e aplicativos de forma remota
  • É necessário acessar um computador ou outro celular para ter acesso remoto aos seus aplicativos e apagá-los ou desconectar suas contas.

1) Para desconectar suas contas

  • Acesse google.com.br e entre em sua conta
  • Do lado direito da tela, acima, clique sobre a letra de seu nome
  • Vá em “Gerenciar sua conta Google” e, na página seguinte, clique em “Segurança”, à esquerda
  • Em “Seus dispositivos”, abaixo, acesse “Gerenciar dispositivos”
  • Vá em “Mais detalhes”, e, em seguida, “Sair”
  • Também é possível limpar seu celular de forma remota.

Para celulares Apple

  • Acesse icloud.com/find
  • Informe email e senha
  • Na próxima página, clique em “Todos os dispositivos” e, depois, vá em “Apagar iPhone”

Para celulares Android

  • Acesse android.com/find
  • Informe login e senha
  • Do lado direito da tela, clique sobre o dispositivo roubado
  • Vá em “Ativar bloqueio e limpeza” e, depois, em “Limpar dispositivo”

2) Faça o bloqueio da linha telefônica e avise seu banco

  • Ligue para sua operadora de celular e informe o número do Imei (Identificação Internacional de Equipamento Móvel, em português) para cancelar seu chip e bloquear seu aparelho
  • Se não tiver anotado antes seu Imei, como sugerido na pág. A16, procure na caixa do celular, geralmente em uma etiqueta branca
  • Acione seus bancos, informe o roubo ou furto e peça o bloqueio do app

3) Registre um boletim de ocorrência

  • Depois de mudar as senhas e bloquear o seu celular ou apagar o dispositivo a distância, faça um boletim de ocorrência
  • O registro da ocorrência pode ser online; no estado de São Paulo, o site para registrar a queixa é delegaciaeletronica.policiacivil.sp.gov.br
  • O ideal é fazer o boletim o mais rápido possível, para estar protegido caso seja vítima de fraudes e roubos online com o celular que foi tirado de você.
NOTÍCIAS RELACIONADAS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- P u b l i c i d a d e -
Google search engine

EM ALTA

COMENTÁRIOS RECENTES